Bahia tenta repatriar atacante colombiano desde 2018, diz Bellintani

Stiven Mendoza defende o Amiens da França desde 2018

Em longa entrevista ao jornalista Jorge Nicola, no “Canal do Nicola”, no YouTube, o presidente do Esporte Clube Bahia falou sobre diversos temas, como as conversas para renovar o contrato do meia-atacante Élber e do atacante Arthur Caíke, além das negociações envolvendo o volante Gregore (alvo do Palmeiras) e Régis (perto de acertar com o Cruzeiro). Mas o mandatário não falou apenas sobre possíveis saídas, como também de jogadores que interessam. Um deles o atacante Stiven Mendoza, conhecido como Speed Mendoza, que sempre tem seu nome ventilado nos bastidores, mas atualmente defende o Amiens, da França, e tem um valor considerado fora da realidade do clube. Bellintani revelou que tenta repatriar o colombiano desde sua saída, em 2018, mas no momento não tem a menor chance de um retorno.

 

“Na verdade, a gente tenta trazer Mendoza de volta desde que ele foi embora. É um jogador muito interessante, tem identidade com o clube, mas não tem a menor chance. Hoje se avalia o mercado dele para sair do Amiens é por 6 a 8 milhões de euros. Completamente fora da realidade do Bahia. Ele já recebeu proposta na França neste patamar e não saiu. É um jogador com identidade com o clube, ele gosta muito, nos falamos muito. Mas é tipo aquela namorada distante que sempre manda um ‘oi sumido’ para ver se está tudo bem, mas a gente sabe se este relacionamento a curto prazo não tem como. Ele é um dos jogadores que vão embora, criam identidade com o clube, com a torcida. Quem sabe um dia, mas no curto prazo é impossível”, disse o presidente.

VEJA TAMBÉM: Bellintani abre o jogo sobre negociações envolvendo Gregore e Régis

Para quem não lembra, em janeiro de 2019, Mendoza deu a entender que estaria voltando ao comentar em postagem nas redes sociais. Em seguida, a esposa do jogador publicou uma foto com a camisa tricolor e aumentou os rumores, porém, o presidente Guilherme Bellintani garantiu que não havia negociação e que tudo se tratava de uma “brincadeira de rede social”. No final do ano passado, o empresário do atleta levantou a possibilidade de um retorno. “Temos um ótimo relacionamento, principalmente com o Cerri. Talvez possa acontecer”, disse. 

Natural de Palmira, cidade colombiana, John Stiven Mendoza Valencia tem 27 anos e surgiu no Deportivo Cali, mas se profissionalizou no Envigado-COL. Passou ainda no seu país por América de Cali e Cúcuta Deportivo. Deixou a Colômbia em 2015 para defender o Chennaiyin FC da Índia, mas não ficou muito tempo e na mesma temporada acertou com o Corinthians, onde na primeira passagem atuou 25 jogos e marcou 3 gols. Entre idas e vindas, foi emprestado a Chennaiyin FC e New York City FC, até chegar ao Bahia, onde atuou na temporada 2017, entrando em campo 31 vezes e anotando 8 gols. Com o destaque, Mendoza foi vendido pelo Corinthians ao Amiens, da França, no início de 2018.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*