Vitória vai à justiça para cobrar percentual em negociação de David

O clube divulgou uma nota para os sócios-torcedores

Foto: Fabiane de Paula/SVM

Depois uma briga judicial com o Cruzeiro cobrando salários e outros direitos em atraso, o atacante David chegou a um acordo e rescindiu o contrato com o clube mineiro, ficando livre no mercado e assinando com o Fortaleza, se tornando a maior contratação do futebol cearense. O Tricolor do Pici pagou R$ 5 milhões para adquirir 45% dos direitos econômicos, de acordo com a imprensa do Ceará. Neste sábado (22), através de nota enviada aos sócios-torcedores, o Esporte Clube Vitória irá acionar a Justiça, já que teria direito a um percentual de futura cessão onerosa (venda ou empréstimo) do jogador. Segundo o clube, “serão tomadas providências para defender os interesses da instituição na transferência do atleta” e busca “obter o resultado financeiro esperado com o contrato firmado”.

 

VEJA A NOTA

O Esporte Clube Vitória informa aos seus associados e torcedores que adotará providências jurídicas para defender os interesses da instituição na transferência do atleta David Correa da Fonseca ao Fortaleza, ocorrida recentemente.

No ano de 2018, o Vitoria celebrou contrato com o Cruzeiro, com a interveniência de David, repassando o atleta ao clube mineiro.

Na negociação, ficou estabelecido o direito do Vitória a um percentual de futura cessão onerosa (venda ou empréstimo) do atleta.

O Vitória tomou conhecimento da transferência do atleta para o Fortaleza, fruto de uma decisão liminar concedida em processo trabalhista movido por David contra o Cruzeiro.

Desta forma, em vista dos fatos ocorridos, o Vitória decidiu adotar as providências jurídicas, diante da evidência do rompimento do atleta com o Cruzeiro por força de atraso no pagamento de salários e demais verbas trabalhistas, o que inviabilizou o ECV de obter o resultado financeiro esperado com o contrato firmado.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*