Geninho fala sobre pressão no Bahia e quer que o Vitória tire proveito

"Não pode deixar que o Bahia cresça", disse.

Foto: Letícia Martins/EC Vitória

Neste sábado (08), acontece o primeiro BA-VI do ano, marcado para 18h, na Arena Fonte Nova, pela terceira rodada da Copa do Nordeste. O Esporte Clube Bahia chega sob pressão após a eliminação precoce na Copa do Brasil ao perder para o River-PI por 1 a 0 na última quarta-feira, no Estádio Albertão, em Teresina-PI. Em entrevista concedida nesta sexta-feira (07), o técnico Geninho falou sobre o momento do rival e quer que o Vitória tire proveito do lado psicológico do adversário no clássico. Porém, o treinador acredita que o time tricolor também pode entrar em campo “altamente motivado”.

 

“Tem sempre os dois lados. Bahia vai entrar um pouco mais pressionado, porque era um resultado inesperado. Vai trabalhar com um pouco de pressão. Isso pode ter dois lados. Essa equipe entrar altamente motivada ou, de repente, se tiver dificuldade no jogo, ela pode sentir essa pressão. Vai depender do que o Vitória consiga fazer. Se o Vitória conseguir se impor, mandar no jogo, pode tirar proveito desse momento psicológico do Bahia. Não pode deixar que o Bahia cresça”, disse.

O treinador rubro-negro está confiante para o duelo. “Situação diferente para alguns jogadores. Mas acho que a maioria já disputou algum clássico e sabe a importância de um jogo desse. Ninguém pode negar que um clássico tem conotação diferente. Vale os mesmos pontos, mas a conotação em termos de qualidade, motivação, é diferente. Faz desse jogo um jogo diferente. Todo mundo quer jogo, está motivado. Todo mundo sabe a importância, a grandeza do jogo que todo jogador gosta de jogar. Muito destaque, muita mídia. Time está preparado. Sabendo da responsabilidade que tem, o que um resultado pode trazer para dentro do clube. Foi uma semana boa. Todo mundo tranquilo para o jogo, mas com muita responsabilidade”.

 

Deixe seu comentário!

2 Comentário

  1. Eu particularmente, sempre fui contra, a esse tempo de sacanagem, de técnico e direitoria, ficarem poupando jogadores safados, e vagabundos, pra não ter desgastes, e olha o que aconteceu com o Bahia, foi eliminado pra um time praticamente amador, poxa o 1• jogo da copa do Brasil, pode?????

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*