Fortaleza sofre gol do Independiente aos 47 e dá adeus à Sul-Americana

Leão do Pici venceu por 2 a 1, mas se despede do torneio

Entre os clubes brasileiros, o Fortaleza foi quem pegou o adversário mais cascudo da Copa Sul-Americana, o Independiente (ARG), conhecido como “Rei de Copas”, sete vezes campeão da Libertadores (1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984) e duas vezes campeão da Sul-Americana (2010, 2017) igualado ao Boca Juniors (campeão em 2004 e 2005). No entanto, o Leão do Pici não se intimidou e após tomar 1 a 0 na Argentina jogando um bom futebol, estava conquistando a classificação para segunda fase na Arena Castelão até os 47 minutos do segundo tempo, com gols de Juninho e Marlon, porém, o lateral-direito Bustos jogou água no chopp do Tricolor Cearense marcando um gol nos acréscimos que eliminou o time de Rogério Ceni pelo critério do gol qualificado (marcado na casa do adversário).

 

Com isso, apenas dois clubes brasileiros estão vivos na Sul-Americana. Vasco da Gama, que eliminou o Oriente Petrolero em São Januário por 1 a 0 e empatar na partida de volta por 0 a 0, e o Esporte Clube Bahia despachou o Nacional-PAR com o placar agregado de 6 a 1, ao vencer por 3 a 0 na Fonte Nova e aplicar 3 a 1 no Paraguai. Se despediram do torneio, além do Fortaleza, o Atlético-MG, que foi despachado pelo Unión Santa Fé, e Fluminense que parou no Unión La Calera, além do Goiás perdeu os dois jogos por 1 a 0 para o Sol de América, do Paraguai.

Na segunda fase, a Copa Sul-Americana vai reunir 32 equipes, sendo 22 classificados da primeira fase e mais 10 equipes procedentes da Libertadores (contando oito terceiros colocados da fase de grupos e mais dois times eliminados na terceira fase preliminar). No pote 2, as 16 demais equipes classificadas. Desta forma, o Tricolor Baiano escapa de enfrentar na segunda fase times provenientes da Libertadores.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*