Cruzeiro pode cair para Série B já na próxima rodada

A matemática da parte baixa da tabela de pontuação do Campeonato Brasileiro da Série A é simples. Três clubes estão rebaixados, sendo que dois oficialmente Avaí e Chapecoense, o CSA também está fora da competição, no entanto, em nome dos caprichos matemáticos ainda não se pode afirmar, ainda que a certeza é absoluta. O time alagoano para se salvar precisará vencer a Chapecoense e o São Paulo e ainda torcer para que o Ceará ou Cruzeiro percam seus jogos e ainda assim precisará tirar um enorme saldo de gols negativo que supera a casa dos 24 gols.

 

Portanto estão definidos os três clubes rebaixados, aliás, sem apresentar nenhuma surpresa. Entre Ceará e o Cruzeiro sairá o clube que formará o quarteto dos rebaixados para 2020. Ceará contabilizou 38 pontos e tem 10 vitórias. O Cruzeiro somou 36 pontos e sete vitórias. Desta forma, o Ceará precisará quatro pontos para bater o martelo para se livrar independente dos resultados do Cruzeiro. Já os mineiros obviamente não dependem das suas próprias forças.

Porém a questão pode ser definida já na rodada do meio de semana. Na quarta-feira, caso Ceará empate diante do Corinthians, no Castelão e o Cruzeiro perca para o Grêmio na quinta-feira em Porto Alegre, o vozão estará livre da Série B com 39 pontos. O time mineiro, nessa hipótese, ficaria com 36 pontos, mas com três vitórias a menos, o que já determinaria o seu rebaixamento pela primeira vez na história.

Outra combinação na próxima rodada define a situação seria vitória do Ceará que neste cenário chegaria aos 41 pontos e empate do Cruzeiro (ficaria com 37). Com quatro pontos de distância seria impossível qualquer recuperação da equipe de Minas Gerais.

Se nenhuma dessas hipóteses relatadas aconteça, o rebaixamento será resolvido na última rodada que será disputada no domingo que vem. O Ceará encara o Botafogo, no Rio de Janeiro, enquanto o Cruzeiro recebe o Palmeiras, ambos às 16 horas.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*