CBF define data do BA-VI pela 1ª fase da Copa do Nordeste 2020

O clássico BA-VI será realizado no dia 8 de fevereiro

Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (07), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela detalhada da Copa do Nordeste 2020. O clássico BA-VI será realizado no dia 8 de fevereiro, um sábado, às 18h, na Arena Fonte Nova, pela terceira rodada do torneio. O Esporte Clube Bahia fará sua estreia no dia 25 de janeiro, um sábado, às 16h, contra o Santa Cruz, no Estádio do Arruda, em Recife, Pernambuco. O Esporte Clube Vitória, por sua vez, estreia contra o atual campeão Fortaleza, no mesmo dia e horário, porém, no Estádio Manoel Barradas.

 

16 equipes estão classificadas para o torneio, que terá o mesmo formato da edição 2019, que teve o Fortaleza como campeão. O Sport-PE, após duas edições ausente, está de volta à competição regional. O regulamento prevê confrontos somente entre times do grupo oposto na primeira fase em turno único. Essa medida foi tomada para que os clássicos estaduais aconteçam obrigatoriamente. Os quatro melhores colocados de cada grupo avançam para a fase de mata-mata.

O Esporte Clube Bahia ficou no Grupo A, ao lado de Sport Recife, Fortaleza, CRB de Alagoas, ABC de Natal, Botafogo da Paraíba, River do Piauí e Frei Paulistano, enquanto o Esporte Clube Vitória figura no Grupo B junto com Santa Cruz, Ceará, CSA, Náutico, América do Rio Grande do Norte, Confiança de Sergipe e Imperatriz do Maranhão.

Nas quartas-de-final, os times de mesmo grupo se cruzam, com o primeiro colocado enfrentando o quatro e o segundo lugar enfrentando o terceiro. A vantagem de jogar em casa vai para quem tiver melhor pontuação. Tanto nessa fase como nas semifinais, a regra é acontecer jogo único. Na final, partidas de ida e volta definirão o campeão nordestino. A Liga do Nordeste está negociando mais duas datas além das 12 garantidas (oito nos grupos e quatro no mata-mata), para que as quartas e as semis sejam disputadas em dois jogos.

Deixe seu comentário

4 Comentário

  1. Let’s face it, time is a precious resource. I think that’s why virtual assistants make so much sense, not just for enterprise businesses, but also for smaller companies. In your firm, how much time do you spend on activities that are necessary, yet do not generate any income? Maybe you need a virtual assistant too…

  2. The model for use a virtual assistant just makes sense: moving business activities to experts alllows you to give your company the ability to focus on its core competency. It doesn’t have to mean offshore – there are virtual assistants in every country.

1 Trackback / Pingback

  1. Copa do Nordeste irá distribuir R$ 34,3 milhões em prêmios em 2020

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*