Geninho credita vitória sobre a Ponte aos jogadores: “Mérito do grupo”

"vitória tem que ser creditada aos jogadores", disse o treinador

Foto: Mauro Akin Nassor / CORREIO

O Esporte Clube Vitória conquistou um triunfo fundamental e importantíssimo na tarde deste domingo ao vencer a Ponte Preta por 2 a 1 mesmo jogando com 10 jogadores desde os 28 minutos do primeiro tempo após a expulsão imerecida do volante Léo Gomes. Na entrevista depois da partida, o técnico Geninho fez questão de exaltar o resultado obtido no Estádio Moisés Lucarelli e creditou a vitória aos jogadores que foram guerreiros, conseguiram segurar a pressão da Macaca e vencer com gol aos 46 minutos do segundo tempo marcado pelo atacante Jordy Caicedo que era dúvida para o duelo, começou no banco, mas saiu no fim para brilhar novamente.

 

“Dificuldade todo. Tentamos ajeitar e ajeitou sem precisar mexer ninguém. O time se equilibrou. Muito mérito do grupo, vitória tem que ser creditada aos jogadores por tudo o que fizeram. Com um a menos praticamente dois terços do jogo. Resultado importantíssimo. Viemos buscar o prejuízo que tivemos em casa com o Londrina. Agora a gente está chorando o resultado passado porque poderia estar muito perto do objetivo.”, destacou.

Geninho também fez uma análise da partida. “Campo muito difícil de jogar. Sabíamos das dificuldades. Viemos com alguns jogadores como opção ainda sentindo. Acho que o time começou bem postado com três zagueiros. Acho que foi muito bem. Primeiro tempo, se for pegar posse de bola, o da Ponte foi muito maior. Mas teve uma chance. Eu tive um gol e mais três chances. Segundo tempo, a partir da expulsão, o jogo mudou. A Ponte veio mudada. O que esperávamos aconteceu. Ele colocou mais um centroavante, veio com tudo para cima. Teve volume muito grande, mas o time marcou bem. Claro que perdemos um pouco… Mesmo em cima do volume, a gente nunca deixou de acreditar. Teve o empate, Ponte com pressão maior, mas nós acreditávamos que com uma jogada poderíamos vencer o jogo. Troquei dois atacantes por dois atacantes. Isso acabou premiando. Os dois jogadores participam de uma jogada de gol. Jogo muito difícil onde a vitória foi muito importante”, disse em entrevista à Rádio Metrópole.

Com o resultado, o Leão soma 36 pontos e sobe para o 15º lugar abrindo quatro pontos do Figueirense, seu próximo adversário, em jogo marcado para sábado (02/11), às 16h30, no Estádio Manoel Barradas.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*