Atacante do Bahia diz que Felipe Melo foi maldoso e imprudente

"Ele chega firme, as vezes desleal e de cabeça quente", disse

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O atacante Lucca não marcou gol, porém, participou do lance que culminou com a expulsão do volante Felipe Melo aos 48 minutos do primeiro tempo e gerou uma enorme confusão. Utilizando de força excessiva e desnecessária, o palmeirense subiu com o braço aberto e atingiu o rosto do atleta tricolor. Após o ocorrido, os jogadores das equipes começaram a discutir em campo e o árbitro amarelou Lucca pelo bate-boca com Bruno Henrique. Na saída para o intervalo, os atletas do Tricolor impediram Lucca de falar com a reportagem e o preparador Paulo Paixão pediu em seguida pediu desculpas. Após o jogo, Lucca falou com o canal Premiere e disse que Felipe Melo foi “maldoso e imprudente”. Sobre o jogo, para ele foi um duelo “meio enrolado”.

 

“De cabeça quente a gente acaba… É coisa do jogo, né? Achei que ele foi maldoso, imprudente. Vou ver as imagens agora e tenho quase certeza que ele veio por cima, tanto é que acabou tendo um corte aqui, mas é isso aí… É o jogo dele, né? Ele chega firme, as vezes desleal e de cabeça quente a gente acaba tendo esse tipo de reação. Jogo meio enrolado, em certos momentos depois da expulsão tivemos o controle e depois não conseguimos ter a bola, mas a entrega de todo mundo. Esse ponto aqui lá na frente vai fazer diferença”, disse.

Com o resultado, agora são sete jogos do Bahia sem vencer fora de casa na Série A, com três derrotas (Botafogo, Athletico-PR, Internacional) e quatro empates (Chapecoense, Ceará, São Paulo e Palmeiras), mas soma mais um ponto e se mantém no décimo lugar com 20 pontos. Na próxima rodada, o time de Roger Machado recebe o Goiás, domingo, às 19h, na Arena Fonte Nova. Já o Verdão mantém a invencibilidade no seu estádio, porém, perde a chance de diminuir a distância para o Santos que no sábado perdeu para o São Paulo por 3 a 2 no Morumbi.

Palmeiras x Bahia: Veja o lance da expulsão do volante Felipe Melo

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*