Bellintani nega procura do Bahia por volante e critica boatos da imprensa

Anselmo foi apontado como possível reforço do Bahia

Foto: Divulgação SPL League

Apontado pela imprensa baiana como possível reforço do Esporte Clube Bahia para sequência da temporada, o volante Anselmo de Moraes, de 30 anos, com passagens por Sport-PE e Internacional e atualmente defendendo o Al Wahda, da Arábia Saudita, não virá para Salvador. Foi o que afirmou o presidente Guilherme Bellintani, em entrevista à Rádio Metrópole. Além de negar a procura pelo atleta, o mandatário criticou os boatos criados pela imprensa sobre os possíveis reforços do Tricolor Baiano. “Eu leio o jornal e parece Instagram. Quando você vê o boato na rede social, ok. Agora o jornalismo com boato? Por favor…”, disse.

 

Anselmo de Moraes é paulista e começou nas divisões de base do Palmeiras. Teve apenas duas atuações pelo time principal e rodou por Grêmio Barueri, Sâo Caetano, Genoa-ITA, Palermo-ITA, Linense, Joinville, Internacional. Seu último clube no futebol brasileiro foi o Sport-PE, onde jogou em 2018 antes de acertar com o AL-Wehda, da Arábia Saudita. Pelo clube árabe, atuou 21 vezes. Com isso, o Tricolor Baiano segue à procura por um volante para ocupar o lugar deixado por Douglas Augusto.

O zagueiro Juninho, que não se trata de um boato, inclusive, desembarcou nesta quinta-feira na capital baiano para realizar exames médicos e assinar contrato, foi citado pelo presidente Guilherme Bellintani na entrevista. O mandatário diz apostar no jogador que em 2017 teve uma grande temporada pelo Coritiba. “Juninho foi jogador que fez um 2017 brilhante pelo Coritiba. Não fez bom campeonato em 2018. Vamos apostar. Está apenas em fase de conversa”, destacou Bellintani.

Natural de Londrina (PR), Juninho foi revelado na base do Coritiba e se destacou pelo time principal em 2016, atuando 60 partidas e marcando 1 gol, atraindo o interesse do Palmeiras que desembolsou R$ 10 milhões para tirá-lo do Coxa em maio de 2017. Pelo Verdão, fez apenas 25 jogos (22 em 2017 e 3 em 2018) sendo emprestado ao Atlético-MG, porém, pouco foi aproveitado pelo time mineiro atuando apenas 4 vezes. Retornou ao Palmeiras no início de 2019, mas com a forte concorrência no setor, não teve nenhuma chance com o técnico Luiz Felipe Scolari, ou seja, esse ano ainda jogou. Ele se junta à Lucas Fonseca, Ernando (se recupera de hernia de disco), Jackson, Xandão, Everson e Ignácio (que integra o Sub-23 no momento).

 

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Google

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*