Bahia depende apenas de si para decidir uma possível final na Fonte Nova

Esquadrão lidera a tabela de pontuação no atual momento

Foto: Felipe Oliveira - Divulgação / EC Bahia

O conhecido dinamismo do futebol se fez presente na reta do Campeonato Baiano, na atual edição de forma importante. Na última rodada da fase de classificação, o Esporte Clube Bahia era o quinto colocado e para alcançar a segunda fase do Campeonato da FBF, seria preciso vencer o Jequié que lutava para não cair e ainda assim, somar ao triunfo tropeços dos adversários, sendo que um deles era daquele listado como impensável: – Derrota do Esporte Clube Vitória dentro do seu já desativado santuário justamente para o Fluminense de Feira desmobilizado que desembarcou em Salvador trazendo na sacola, além dos tradicionais uniformes coloridos, uma sequência de três derrotas consecutivas e um cartão de agradecimento e despedida do Campeonato Baiano em papel de boa qualidade.

Moral: O Bahia não tão somente venceu, como rebaixou o Jequié quando aplicou goleada expressiva. Primeiro ato. No mesmo dia e horário para espanto de todos, o Fluminense-BA venceu pelo placar de 2 x 0 sem qualquer esperneio do Leão que abriu as portas para o Bahia, para o desespero dos torcedores rubro-negros que vem reiteradamente recebendo chutes, pontapés em autênticos maltratos das últimas diretorias do clube.

Não bastando essa enorme colher de chá oferecido pelo rival local, o tricolor de aço, ainda contou com a coloração de OUTRO Vitória, agora o de Conquista que livrou o Jacobina do rebaixamento ao perder de virada por 2 x 1 e assim, o tricolor de aço com todos os benefícios oferecidos, reviveu na competição para caminhar em passos largos para a conquista do seu título de número 48 na sua história de 89 anos, ninguém duvida disso, até porque, vencer o Campeonato Baiano pela estrutura, orçamento, torcida e tradição, é uma simples obrigação.

 

A reboque e consequência natural, especialmente para aqueles que acreditam que futebol é RESULTADO ainda que o adversário não seja lá tão qualificado, a reviravolta também respigou de forma positiva no técnico Enderson Moreira que se antes era duramente criticado, hoje se não recebe aplausos, o triunfo de ontem e de hoje, brecou e silenciou a romaria dos descontentes, aliás, romaria legítima e, sobretudo, necessária.

O campeonato teve sequência pelas semifinais na quarta-feira com o empate em 1 x 1 entre o Vitória da Conquista e Bahia de Feira e nesta quinta-feira, o tricolor venceu com tranquilidade o Atlético de Alagoinhas, criando um cenário possível para que possa fazer a grande final da competição dentro da Arena Fonte Nova e diante dos seus torcedores. A decisão em casa de FATO não é só importante para o Bahia e também para a festa do próprio futebol já que o campeonato perderia o brilho em estádios como Arena Cajueiro que comporta apenas três mil torcedores ou no estádio Lomanto Júnior que originalmente pode receber no máximo 12 mil torcedores, se não houve neste momento alguma restrição em nome da segurança.

Como a pontuação continua valendo para os jogos das semifinais (somando a primeira fase com a fase semifinal), vencendo o jogo de volta contra o Atlético-BA, o Esporte Clube Bahia conquista o direito de disputar o segundo jogo da final na Arena Fonte Nova, independentemente do resultados de Bahia de Feira e Vitória da Conquista.

Classificação de momento:

1- Bahia – 18 pontos
2- Bahia de Feira – 17 pontos
3- Atlético-BA – 16 pontos
4- Conquista – 13 pontos

Possibilidades:

Se o Bahia empatar com o Atlético-BA no jogo de volta e o Bahia de Feira empatar com o Conquista (e avançar nos pênaltis), o Esquadrão decide na Fonte Nova.

Se o Bahia vencer o Atlético de Alagoinhas no jogo de volta, chega aos 21 pontos, e também decide em casa, não dependo do resultado da partida entre Bahia de Feira e ECPP.

Se o Bahia empatar com o Atlético-BA e o Bahia de Feira vencer o Vitória da Conquista, o primeiro jogo seria na Fonte Nova e o Tremendão decidiria na Arena Cajueiro.

Em caso de classificação do Vitória da Conquista em cima do Bahia de Feira, e o Bahia confirmando a classificação diante do Atlético-BA (independentemente do resultado), o segundo e decisivo jogo será na Arena Fonte Nova.

Chapecoense pode tentar tirar o técnico Enderson Moreira do Bahia

Deixe seu comentário

5 Trackbacks / Pingbacks

  1. dsw coupon
  2. Opalanie
  3. 바카라사이트
  4. Mitch Brownlie Queensland
  5. 카지노쿠폰

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*