Atacante que fez sucesso no Bahia é vítima de golpe no WhatsApp

Prejuízo chegou na casa dos R$ 30 mil, revela Robgol

Com passagem de sucesso pelo Bahia, sendo peça importante nas conquistas do Baianão de 2001 e da Copa do Nordeste de 2001 e 2002, o atacante Robson, conhecido como Robgol pelo faro apurado para balançar as redes adversárias, foi alvo de um golpe e o prejuízo chegou na casa dos R$ 30 mil. Segundo revelou o ex-jogador, o fato ocorreu na última quarta-feira (13) quando ele conversava no WhatsApp com o amigo e também ex-atleta de futebol, Lecheva, e percebeu que seu aplicativo de bate-papo travou.

O amigo, então, comentou que já tinha vivenciado a mesma situação e que, na oportunidade, seu número havia sido clonado. A partir disso, vários contatos de Robson começaram a receber mensagens pedindo transferências bancárias. Até agora, golpe já rendeu cerca de R$ 30 mil aos bandidos.

“Eu estava conversando com o Lecheva e, de repente, meu whatsapp travou. Ele me disse achava que poderia ter sido clonado, pois tinha acontecido isso com ele. Não deu outra. Até agora sei que foram seis amigos lesados. Meu primo foi mais de R$ 10 mil, teve meu cunhado com R$ 4 mil, dois amigos de Belém com R$ 3 mil e pouco, mais um amigo de Campinha Grande com R$ 3,8 mil. Ou seja, mais de 27 mil já”, detalhou Robson.

A Polícia Civil confirmou que o caso foi registrado na Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos, no bairro da Sacramenta, em Belém. O caso está sendo investigado. “Sim, registrei o Boletim de Ocorrência imediatamente após a confirmação do caso e das transferências que foram realizadas. Estão investigando, tenho acompanhado, e logo eles serão descobertos e presos”, afirmou Robgol.

 

Robson se aposentou do futebol em 2007, vestindo a camisa do Paysandu, onde também fez sucesso e se tornou ídolo, tanto que decidiu morar em Belém. O ex-jogador, no entanto, tem passagens por vários clubes do país, incluindo o Santos de Robinho, Diego e Elano, Náutico, Paulistano-PE, Independente de Limeira, Mirassol, ABC, Potiguar, Sport-PE e Juventude, além do próprio Bahia onde jogou de 2000 a 2002, sendo artilheiro da Copa do Nordeste em 2001 e 2002. No exterior, Robgol atuou pelo Oita Trinita, do Japão, na temporada 2003.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. EC Bahia, um clube lastrado na antiética esportiva ao longo da sua história! – Notícia

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*