Vitória pode virar uma Portuguesa ou um Bangu da vida, dispara Alex Portela

"Do jeito que está, não chegou no fundo do poço"

Após a eliminação na Copa do Brasil para o Moto Club, o ambiente do Esporte Clube Vitória voltou a ficar turbulento. Em entrevista à Rádio Metrópole hoje (14), durante o Jornal da Bahia no Ar, ox-presidente do Vitória e também ex-presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, voltou a criticar o atual gestor rubro-negro (Ricardo David) e cobrou novamente a renúncia do mandatário.

Portela também também destacou a importância da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para novas eleições e afirmou que o clube ainda não chegou no fundo do poço com Ricardo David e do jeito que está caminha para virar “uma Portuguesa ou um Bangu da vida”.

“Do jeito que está, não chegou no fundo do poço com esse presidente que está aí. Tudo começou em 2017, ali que acabou o clube. Ricardo David subiu sabendo da situação do clube. Mas ele não tinha competência, por isso que eu não o apoiei”, declarou Portela. “Não é hora de ficar falando, mas o mínimo que poderia ser é uma AGE, porque se não a gente vai virar uma Portuguesa ou um Bangu da vida”, disparou.



Alexi também não poupou críticas a Paulo Catharino, ex-presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, que renunciou ao mandato após negar o pedido de AGE feito pelos sócios do clube.

“Concordo que tem que ter uma AGE. O presidente do Conselho não tinha preparo, ele foi colocado lá. Que ele renunciasse qualquer hora, mas não negasse a AGE. Ele não está preocupado com o clube, está preocupado com vaidade”, afirmou o ex-dirigente.

“Esse elenco não vai ser o que vai disputar a Série B”, diz técnico do Vitória

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*