Rio Branco x Bahia: Tricolor precisa exercer com autoridade o seu natural favoritismo

na hipótese improvável de fracasso, enderson será pressionado

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia na temporada 2019 realiza nesta quarta-feira o seu décimo jogo do ano, mas nenhum deles teve o caráter eliminatório como acontece hoje à noite contra o Rio Branco-AC, o terceiro confrontos entre os clubes, o primeiro valendo pela Copa do Brasil. O jogo vale de premiação pela participação, R$ 1.050.00 ao Bahia, exatamente o dobro do que recebe o time acreano.

Na partida que acontece na Arena Floresta, às 22h15, o tricolor de aço aceita um simples empate sem prejuízo para o avanço em direção do Santa Cruz de Natal, que já adiantou o seu lado e despachou o Tupi-MG por 1 a 0 e sentado aguarda o desfecho da divulgação do nome do seu adversário na 2ª fase da competição.

Campeão da Copa do Nordeste em 2017, o Esporte Clube Bahia entrou na Copa do Brasil do ano passado a partir das oitavas de final. Enfrentou o Vasco, vencendo em Salvador (3 x 0) e perdendo em São Januário (2 x 0) e assim caminhou até as quartas de final enfrentando o Palmeiras. Empatou o jogo de ida por 0 x 0 na Fonte Nova e se despediu da competição com derrota por 1 x 0 no Pacaembu, acabando o sonho de voltar à semifinal depois de 28 anos, no entanto, a campanha foi dentro do esperado ainda que pese a natural frustração pela eliminação. Na sequência, o Cruzeiro acabou se sagrando campeão da Copa do Brasil após despachar o Corinthians ao estilo lasquinê, vencendo no Mineirão e na Arena Itaquera em ambas oportunidades pelo placar de 1 x 0.



O primeiro adversário do Bahia vem de um estado com pouca tradição e visibilidade no cenário do futebol brasileiro. A última vez que uma equipe do Acre figurou na Segunda Divisão foi em 1991, quando o Rio Branco terminou na 60ª colocação entre os 64 clubes participantes, assim, o Acre é um dos cinco estados brasileiros que nunca tiveram equipe na elite do futebol. Está junto com Roraima, Rondônia, Amapá e Tocantins. No ano passado, o Atlético do Acre até que chegou perto no acesso para Série B, no entanto, com uma folha de apenas R$ 125.000 ao mês incluindo a comissão técnica, caiu nas quartas de final para o Cuiabá, equipe bem equivalente.

Com isso, o Esporte Clube Bahia aparece como favorito NATURAL, aliás, como exerceu o Santos contra o ALTOS, como foi o Fluminense contra o River-PI e Vasco da Gama contra a Juazeirense. Não se pode pensar em Bahia grande colocando dúvida no triunfo de hoje à noite Caso contrário, na hipótese improvável de fracasso seguramente será proclamado a República Federativa dos Deus nos Acuda tendo como alvo o técnico Enderson Moreira.

Deixe seu comentário

5 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*