Vitória dá primeiro passo para mandar seus jogos na Arena Fonte Nova

Diretoria do Leão se reuniu com direção da Arena

Foto: Maurícia da Matta

O Esporte Clube Vitória deu o primeiro passo para mandar seus jogos na Arena Fonte Nova na temporada 2019, ano em que disputará Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e a Série B do Brasileiro. Ao lado do vice-presidente, Francisco Salles, e do diretor jurídico e institucional do Leão, Roberto Dantas, o presidente Ricardo David se reuniu nesta terça-feira (18) com a diretoria da Arena para iniciar as tratativas.

Francisco Salles, vice-presidente do Leão, havia anunciado recentemente o desejo de mandar algumas ou quem sabe todas partidas na Arena Fonte Nova em 2019. Com orçamento reduzido pelo rebaixamento para a Série B e baixa média de público ao longo de 2018 atuando no Barradão, o dirigente estuda meios para aumentar a arrecadação. A utilização da Fonte Nova foi colocada como pauta da reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Vitória.

“Tenho certeza que para a arena e para o Governo do Estado será muito importante a presença do Vitória. Tenho total confiança que eles vão dar todo o apoio para que a gente jogue lá. Além disso, nos termos isonômicos em relação a outras equipes que lá jogam. Obviamente, se formos para lá, vamos querer, sim, ter um espaço físico para receber nossos sócios, para vender nossos produtos oficiais. Obviamente, vamos exigir também uma padronização para que o nosso clube se sinta em casa. Até porque, ali é um equipamento público. No contrato da PPP (parceria público-privada) existe toda uma exigência para facilitar a utilização daquele espaço por todos os clubes baianos”, disse o dirigente rubro-negro.



Após ação pública do ex-conselheiro do Vitória, Juarez Dourado Wanderley, questionando a caracterização aplicada na Arena Fonte Nova, bem como a edificação da “Loja do Esquadrão” nos arredores da Arena, o Governo do Estado divulgou uma nota, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), para informar que autorizou os adereços e a construção da loja do Bahia, no entanto, afirmou que o estádio não pode ter exclusividade e que todos os clubes receberão o mesmo tratamento. Lembrando que em breve, a Fonte Nova deve ganhar um museu do Bahia.

“Qualquer instituição, esportiva ou não, que nos procurar, como fez o Esporte Clube Bahia, receberá o mesmo tratamento em relação a este tema: análise da proposta, consulta jurídica e parecer atestando a conveniência e oportunidade” diz o texto divulgado pela Setre. (Veja nota completa aqui).

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Vitória dá primeiro passo para mandar seus jogos na Arena Fonte Nova – Futebol Bahiano | Notícias da Bola

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*