Bahia tem primeira semana decisiva contra o Atlético-PR na Sul-Americana

Bahia e Atlético-PR fazem o 1º duelo na quarta-feira

Após vencer o Botafogo por 1 x 0 no último sábado no Rio de Janeiro, o Esporte Clube Bahia terá uma trégua na luta que trava no Campeonato Brasileiro para se dedicar integralmente à Copa Sul-Americana, onde enfrenta o Atlético Paranaense na próxima quarta-feira (24), às 21h45, na Arena Fonte Nova no primeiro jogo das quartas de final da competição. A partida de volta acontecerá no dia 31, no mesmo horário, na Arena da Baixada. Aquele que sobreviver após os 180 minutos, enfrenta o vencedor do confronto entre Fluminense e Nacional do Uruguai.

O adversário tricolor nas quartas tem feito uma campanha irretocável no Campeonato Brasileiro e na Sul-Americana quando atuando na Arena da Baixada, vencendo os últimos 11 jogos, aliás, não apenas vencendo, como também obtendo alguns resultados expressivos. Nos últimos dois jogos pela Série A, por exemplo, marcou 8 gols e não levou nenhum ao golear o América-MG e Sport-PE, ambos por 4 x 0. Além disso, aplicou 3 x 0 no Flamengo, 4 x 0 no Esporte Clube Vitória, 3 x 1 no Fluminense, e 2 x 1 no Grêmio.

No entanto, quando sai do seu cercado, a situação muda. Nos últimos 5 jogos fora de casa na Série A, o Atlético-PR perdeu 4 partidas e empatou apenas uma, justamente no último sábado no Estádio Morumbi, por 0 x 0, contra o São Paulo, completando 15 jogos sem vencer longe de Curitiba. Curiosamente quando a competição é a Copa Sul-Americana, o Furacão vive um grande momento, tanto fora como dentro de casa. Até então realizou seis jogos e obteve triunfo em cinco deles, perdendo apenas um na primeira fase. Venceu Newell’s Old Boys (casa), Peñarol (lá e cá) Caracas (lá e cá).

Já o Esporte Clube Bahia, que vem de dois triunfos na Série A contra Paraná e Botafogo, abrindo boa distância para o Z-4, também faz bonito na Sul-Americana e conquistou dois feitos inéditos chegando nas oitavas e nas quartas pela primeira vez na história do torneio. Mesmo atuando quase sempre com times mesclados, o Esquadrão eliminou Blooming, da Bolívia, goleando o segundo jogo, na Fonte Nova, por 4 x 0, o Atlético Cerro do Uruguai, vencendo aqui e empatando lá, além do Botafogo nas oitavas, vencendo em Salvador e perdendo no Rio, mas levando a decisão para os pênaltis onde brilhou o goleiro Douglas defendo duas penalidades.

Veja as campanhas abaixo



CAMPANHA DO BAHIA

Primeira fase:
Blooming 1 x 0 Bahia
Bahia 4 x 0 Blooming

Segunda fase:
Bahia 2 x 0 Atlético Cerro
Atlético Cerro 1 x 1 Bahia

Oitavas de final
Bahia 2 x 1 Botafogo
Botafogo 2 (4×5) 1 Bahia

CAMPANHA DO CAP

Primeira fase:
Atlético-PR 3 x 0 Newell’s
Newell’s 2 x 1 Atlético-PR

Segunda fase:
Atlético-PR 2 x 0 Peñarol
Penãrol 1 x 4 Atlético-PR

Oitavas de final:
Caracas 0 x 2 Atlético-PR
Atlético-PR 2 x 1 Caracas

Vídeo: Bellintani comemora triunfo do Bahia dançando com jogadores

Deixe seu comentário