Juiz mete a mão e Internacional vence o Vitória de virada no Beira-Rio

Vitória foi prejudicado pela arbitragem em Porto Alegre

Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação

Até que se acreditou que o Esporte Clube Vitória obteria hoje à tarde um daqueles resultados complemente inesperados. Enfrentou o Internacional candidato ao título ostentando junto com São Paulo a condição de únicos clubes invictos quando atuando dentro de casa onde era visto como imbatível.

Após sair da frente do placar antes mesmo do segundo minuto de jogo, o Vitória reesistiu boa parte do jogo, mas infelizmente acabou sendo derrotado no segundo tempo através de um erro BIZARRO de arbitragem que deu um pênalti completamente inexistente, sob alegação que o zagueiro Ramon colocou a mão na bola quando assim o fez, de fato, porém fora da área e muito longe e forma indiscutível. O resultado chegou para estragar todas as pretensões do clube de afastar da parte baixa da tabela de pontuação em um momento crucial da competição e até que merecia pela resistência

Com o resultado, o Leão recebe sua terceira derrota consecutiva e estacionado com 29 pontos, caiu para a décima quinta posição, superado pelo Bahia e América-MG e continua com um ponto além do primeiro clube listado na zona cinza da tabela de pontuação considerando este momento: Chapecoense.



No primeiro tempo, o Internacional tomou um baque logo no primeiro minuto de jogo com o gol contra marcado pelo zagueiro Emerson Santos – o zagueiro foi recuar e acabou encobrindo o goleiro Marcelo Lomba, marcando de forma bizarra. O gol abalou o time colorado que, apesar dos 63% de posse de bola, não conseguiu agredir a defesa rubro-negra. Aliás, em 51 minutos, só conseguiu finalizar com perigo, de fato, numa falta de longe cobrada por D’Alessandro, que beijou a trave. O Vitória, por sua vez, atuando com três volantes, soube se defender e algumas vezes se arriscou em contra-ataques, mas com pouca opção ofensiva, não levou perigo e apenas administrou com enorme tranqüilidade a vantagem obtido no inicio do jogo.

No segundo tempo, naturalmente o Internacional atrás do placar e necessitando do triunfo foi para frente, pressionou o Vitória e chegou ao empate aos 18 minutos com um gol estilo “Dada Maravilha” do atacante Leandro Damião. Após o gol se manteve no ataque, criou boas oportunidades de gols, mas não suficiente para vazar a defesa rubro-negra pela segunda vez, até a arbitragem dá a conhecida providencia e D’Alessandro de pênalti marcou o segundo e decretou mais uma derrota do leão fora de casa.

Agora o Esporte Clube Vitória retorna para casa nesta segunda-feira e na já terça inicia os preparativos para a partida contra o Santos pela vigésima oitava rodada que acontecerá na próxima sexta-feira em virtude da realização das eleições no Domingo. Para este duelo, o Leão não poderá contar com o volante Léo Gomes, apenado com o terceiro cartão amarelo contra o Internacional.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*