Conmebol anula expulsão e zagueiro Dedé reforça o Cruzeiro contra o Boca

Nesta quarta-feira, a Conmebol decidiu por anular a expulsão do zagueiro Dedé do Cruzeiro, ocorrida no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América contra o Boca Juniors, quando o jogador se chocou de forma acidental com o goleiro Esteban Andrada e acabou levando o vermelho direto após o árbitro analisar o VAR por 6 minutos.

A decisão permite que Dedé participe do jogo de volta, em Belo Horizonte, no dia 4 de outubro, no qual o Cruzeiro tentará reverter o placar adverso de 2 a 0 sofrido na Bombonera, em Buenos Aires. Segundo o comunicado oficial, o Tribunal de Disciplina da Conmebol resolveu “acatar a medida provisória urgente apresentada pelo Cruzeiro Esporte Clube (…) e anular os efeitos jurídicos da expulsão do jogador Anderson Vital da Silva”.

Dedé foi expulso após se chocar violentamente com Andrada, que quebrou a mandíbula e foi operado, ficando dois meses parado. O árbitro paraguaio Ever Aquino, que consultou o VAR, decidiu pela expulsão de Dedé, mas as imagens das TVs que transmitiram a partida revelaram que o choque foi acidental, com risco para os dois atletas.



Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. probate lawyer
  2. Male Escorts Brisbane

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*