Torcida do Flamengo hostiliza jogadores em aeroporto. Veja o vídeo do protesto

A ideia disseminada pelos anos, atendendo os interesses comerciais que envolvem o futebol, contaminou de fato o torcedor do Flamengo. Acreditam eles, que o time do coração e maior time do planeta, sendo capaz de vencer com facilidade um combinado formado pelo Real Madrid e Barcelona, ainda assim, consumindo baixíssimo níveis de calorias. Não venceu, o PAU COMEU.

O time é o 3º colocado no Campeonato Brasileiro. Com um empate um triunfo. Disputa pau-a-pau a liderança do grupo 4 da Copa Libertadores, ainda assim, o clube vive uma péssima relação com seus torcedores, que por sua vez, vem promovendo protestos e até ato de hostilidade contra os jogadores, antes e após qualquer resultado que não seja o triunfo. Como sempre, o inconformismo é comandado pelas torcidas organizadas.

Ontem durante o embarque da delegação para Fortaleza onde enfrentará o Ceara em um Castelão seguramente com mais de 60 mil torcedores, foi um exemplo.

Quando o ônibus do clube chegou ao aeroporto do Galeão, ainda no Rio de Janeiro, vários torcedores cercaram o veículo e dificultaram a saída dos jogadores e integrantes da comissão técnica, gritando palavrão e palavras de ordem, criando um clima de tensão e, claro, de intranquilidade. A idéia que passaram, é que se não vencer o Ceará as consequências que podem ser apenas simples intimidação.

Sobre o assunto, nesta madrugada, através do seu site oficial, o time carioca se posicionou sobre o assunto.

Confira na íntegra a nota do Clube de Regatas do Flamengo:

“O Flamengo vem a público protestar contra a atitude absurda de alguns torcedores organizados, que estiveram no aeroporto internacional Tom Jobim para intimidar e tentar agredir nossos atletas no embarque para a partida contra o Ceará no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

O Flamengo sempre respeitará o direito de seu torcedor em expressar insatisfação. Porém, o clube jamais vai aceitar atos de intimidação como estes, que se tornaram uma realidade infeliz no futebol brasileiro.

Tentativas de agressão, verbais ou físicas, no ambiente de trabalho de qualquer profissional são inadmissíveis.”

Agora veja o vídeo



Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*