Média de público do Bahia e Vitória são próximas no Campeonato Baiano

O Campeonato Baiano deste ano, honestamente não tem sido tão ruim como anos anteriores. Existe pelo menos alguma disputa, fora dos já conhecidos duelos entre Bahia e Vitória. A presença forte do Fluminense e a confirmação do crescimento do Juazeirense deram um aspecto melhorado do torneio promovido pela Federação Bahiana de futebol. Mas apesar disso, longe de afirmar que este tipo de competição deficitária deva continuar. O bafafá, aquela esculhambação produzida pelo Vitória depõem contra um torneio que já não era bem visto pela maioria dos torcedores, o julgamento e o seu resultado, agravou ainda o estado do paciente.

No aspecto de comparecimento do torcedor, era o esperado. Ano a ano o torneio perde em interesse. Nos dois BA-Vis decisivos do ano passado não tiveram 38 mil torcedores quando somado os públicos da Fonte Nova e Barradão. Este ano dificilmente será diferente.

Segundo levantamento divulgado pelo portal Globoesporte.com, Bahia e Vitória ficam de fora do top 10 do ranking de ocupação dos estádios brasileiros e são superados por equipes menos tradicionais como Fortaleza, Remo e Paysandu. A média de público pagante do Bahia é de 7.263, o que deixa o clube na 13ª posição. Já o Vitória ocupa a 15ª, com média de 6.794 torcedores. Neste aspecto é preciso considerar os números próximos entre os clubes que de certa forma é uma surpresa.

O ranking também aponta a renda bruta dos times baianos até o momento. Com seis jogos disputados, Bahia e Vitória ficam ainda mais distantes do topo da tabela, ocupado por Palmeiras (R$ 8.871.298), Corinthians (R$ 5.700.627) e Grêmio (R$ 3.235.432). O Esquadrão lucrou R$ 560.023 (24º), enquanto o Leão encontra-se no 27º lugar, com R$ 521.605.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*