Agressão do zagueiro KANU: Jogador do Bahia vai procurar a Policia

 

O BA-VI que não acabou e quando ainda existiu registrou um placar de 1 x 1 ainda vai render a semana inteira. As declarações após o jogo, especialmente do técnico do Esporte Clube Vitória, Vagner Mancini colaboradas com o gestor de futebol do Vitória nas emissoras de rádio são autenticas preciosidades e que tem a capacidade de desrespeitar até mudo e cego pela desassociarão integral que eles dizem quando confrontado com o que de fato aconteceu.

Jogo de palavras, sofismas, transferência de responsabilidades tentando fazer acreditar que o jogador do Bahia, Vinicius é o único responsável pelos socos que recebeu de KANU com a proteção e apoio do goleiro Fernando Miguel por conta de supostas postagens nas redes sociais durante a semana.

Aliás, o técnico Vagner tem uma postura bem interresante diante dos microfones, no entanto, é bem diferente fora dele, para assim pensar basta recorrer e recordar o episódio “WhatsApp” após o jogo Corinthians 0 x 1 Vitória no ano passado no Morumbi. O que ele disse no microfone e como se portou no seu aparelho celular, tratando exatamente na mesma questão.

Sacrificado ou não pela direção do Vitória, atacante do Bahia Vinicius vai a uma delegacia de Salvador prestar queixa contra os jogadores do Vitória que o agrediram neste domingo durante um clássico pelo Campeonato Baiano. Não será difícil provar, afinal existe farto material e registro do jogador sendo agarrado por Fernando Miguel para a festa e alegria do zagueiro Kanu que se aproveitou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*