Novo reforço do Bahia pode suprir as saídas de Juninho e Thiago Martins

Gregore se trata de uma aposta e foi um pedido de Guto Ferreira

Como noticiado pelo Futebol Bahiano, o Bahia acertou a contratação de Gregore, destaque do time B do Santos em 2017. Aos 24 anos, ele chega ao Fazendão por empréstimo do São Carlos, para suprir a saída de Juninho, que foi emprestado ao Ceará. A diretoria tricolor até cogitou trazer Matheus Galdezani, ex-Coritiba e que voltou ao Mirassol, mas o interesse esfriou.

Polivalente, Gregore é volante e atua como zagueiro, ou seja, pode também suprir a saída de Thiago Martins, que retornou ao Palmeiras. Com isso, o Bahia pode fechar o ciclo de contratações para o setor defensivo. A prioridade fica sendo o ataque, que está perto de ser resolvido. O atacante Kayke, revelado no Flamengo e que estava no Santos, tem negociações avançadas. VEJA AQUI.

O Bahia ainda não anunciou oficialmente Gregore, mas o jogador é aguardado em Salvador na segunda-feira. Ele estava emprestado ao clube santista desde 2016. No ano passado, foi capitão e destaque do time B na disputa da Copa Paulista e Brasileiro de Aspirantes. No entanto, apesar de ter agradado pelo futebol, o valor para adquiri-lo não agradou aos santistas. Gregore chegou a participar de treinamentos na equipe principal, mas não foi utilizado.

A desistência do Santos foi justamente por conta do valor que teria de ser desembolsado para comprar o passe do jogador. Algo em torno de R$ 2 milhões por 60% dos direitos econômicos. A diretoria não aceitou pagar a quantia estipulada no contrato e não exerceu a opção de compra. O interesse era renovar o empréstimo e colocá-lo no elenco principal, algo que o São Carlos não aceitou.

Gregore se trata de uma aposta e foi um pedido do técnico Guto Ferreira. Chega ao Bahia com contrato de um ano e nos mesmos moldes de seu vínculo com o Santos. Com um valor de compra estipulado. Polivalente, o jogador atua como volante e zagueiro. Desta forma, a diretoria tricolor não deve mais contratar outro defensor, como era esperado.

O atleta chegou ao Santos B em 2016, porém, por conta de uma lesão, atuou apenas cinco partidas na temporada e teve contrato prorrogado por mais um ano. Em 2017, ele disputou 24 jogos e marcou um gol, chamando a atenção da torcida, que pediu que o atleta ganhasse uma chance entre os profissionais. Foi capitão e um dos principais jogadores do Santos na Copa Paulista e no vice-campeonato do Brasileirão de Aspirantes.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*