Mancini diz não ter como fazer rodízio no Vitória e cobra reforços à diretoria

Com 6 jogadores lesionados, o Leão vai usar FORÇA MÁXIMA

Com elenco reduzido e ainda por cima perdendo jogadores por lesão, o técnico Vagner Mancini não pode e nem vai poupar jogadores na próxima partida do Vitória. Após vencer o Globo-RN, tendo apenas SEIS atletas no banco de reservas, o Leão estreia no Campeonato Baiano neste domingo (21), contra a Juazeirense, com FORÇA MÁXIMA. E assim será até ter um elenco mais numeroso e com peças de reposição. O treinador falou que até gostaria de fazer rodízio, porém, não é possível realizar essa dinâmica com o elenco no momento.

“Como nós temos hoje um elenco pequeno, são apenas 21 jogadores ainda, espero que esse número chegue a 25, 26 jogadores, a gente não tem como fazer rodízio. A não ser com peças pontuais, caso haja muito desgaste em certos jogos. Mas se eu tivesse um elenco maior, certamente faria, porque inicia um ano de Copa do Mundo, onde os jogos são mais agregados que o normal, e há mais desgaste. Na situação que hoje o Vitória se encontra, com elenco reduzido, não vai ter como fazer”, explicou.

O Vitória tem seis jogadores no departamento médico: O zagueiro Ramon, o lateral-esquerdo Juninho, os volantes Willian Farias e José Welison, o meia Cleiton Xavier e o atacante Júnior Todinho. Desses, só Juninho deve ter condições de enfrentar a Juazeirense. Quem também pode e deve entrar em campo é o atacante Denilson, que não ficou regularizado à tempo de encarar o GLOBO.

Recém-contratado, o meia-atacante Rhayner não teve pré-temporada e ainda não assinou contrato. Já o centroavante André Lima, apesar de já ter acertado a renovação, ainda não foi oficializado. Diante da escassez de atletas disponíveis no elenco e com duas competições para disputar, Vagner Mancini reforçou a importância de novas contratações. Ele revelou que cobrou a diretoria e a mesma se mostra compreensiva nesse sentido.

“Há necessidade de mais atletas, tenho falado isso para a diretoria, que se mostra compreensiva nesse sentido. (…) Há uma necessidade urgente de novas peças. Vocês viram os jogos. O Vitória foi jogar na estreia com 16 jogadores e, na última hora, perdemos Denílson. Isso não pode acontecer”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Confirmado: Xodó se despede do Bahia e acerta com o CRB de Alagoas

Deixe seu comentário