Lateral recusou Exterior para jogar no Bahia: “Optei pelo melhor projeto”

"Tinham algumas outras propostas, mas é o conjunto do projeto do clube"

O lateral-direito João Pedro foi apresentado oficialmente pelo Esporte Clube Bahia na manhã desta sexta-feira. O novo contratado veio do Palmeiras com contrato de empréstimo até o final do ano. No entanto, para contratá-lo, o Esquadrão precisou vencer algumas concorrências. Atlético-MG, Atlético-PR e alguns clubes do exterior fizeram propostas pelo atleta.

Na primeira entrevista coletiva como atleta do clube, João Pedro explicou porque escolheu o Bahia. Diz ter tido pulso firme e optado pelo melhor projeto.

“Tinham algumas outras propostas, mas é o conjunto do projeto, do clube, o que tinha aqui. Isso faz com que a gente pense bem. Optei pelo melhor projeto. Foi uma escolha bem minha. Meus empresários passaram algumas situações, e eu tive o pulso forte de escolher”

Diego Cerri foi o responsável por apresentar o novo reforço. O diretor de futebol destacou a polivalência e versatilidade do jogador.

“Joga na lateral direita e também joga no meio de campo. Na nossa montagem da equipe, foi o uma coisa pensada. A gente quer atletas versáteis, que possam atuar em mais de uma posição. Acredito que ele tem o perfil que se encaixa muito bem no que a gente quer aqui, um atleta que está buscando cada vez mais se consolidar, um atleta jovem, de força, que tem boa velocidade. Tenho convicção que ele vai ter um ano que vai se consolidar mais ainda no cenário nacional e vai nos ajudar em todas as competições que a gente tem no ano”, disse Cerri.

João Pedro estava emprestado à Chapecoense em 2017. Fez 29 jogos e marcou 1 gol. Apesar de lateral-direito, ele pode atuar como volante ou até mesmo na ponta-direita.

Veja algumas partes da entrevista:

Estrutura do Bahia
– Não tem o que falar, o espaço que tem para fazer os trabalhos, ver a base treinando aqui, isso é muito legal para eles. Sou jovem, também passei por isso. Isso ajuda muito no incentivo deles, estar aqui e ver o profissional treinando… O espaço que tem de tudo, fisioterapia, refeitório, academia… A base e o profissional têm as coisas muito boas aqui.

Novos companheiros
– Não tenho o que falar. Todo lugar que fui, cheguei e consegui fazer amizades. Aqui também.

Brincadeira na apresentação do elenco
– Todo lugar que você vai, quando chega, tem essa situação. É bom para descontrair, pegar amizade. Foi bem legal. Sou bem envergonhado para falar em público, mas acho que fui bem.

Ansiedade para estreia
– É um clube campeão, grande, de uma dimensão enorme, de muitos torcedores. A gente fica ansioso para o primeiro jogo em casa para ver a torcida, a recepção da torcida com o time. Ficou muito feliz de estar fazer parte disso aqui.

Disputa nas laterais
– Isso é bem importante. Vejo como uma disputa sadia. Não tenho nada contra ele. Ele foi um dos que me recebeu muito bem aqui. Converso, peço instrução. Ajudo ele, ele me ajuda. Isso tem que ter em qualquer lugar, uma disputa por posição. Trabalhar para quem estiver no melhor momento jogar.