Jogadores dispensados pelo Bahia começam 2018 com o pé direito

Rodrigão, Gustagol e Omar foram destaques pelos seus novos clubes

Alguns jogadores com passagem pelo Bahia começaram 2018 com com tudo. O centroavante Rodrigão marcou um golaço do meio da rua no triunfo do Santos sobre o Linense pelo Campeonato Paulista. Já o atacante Gustavo honrou o apelido de “Gustagol” e na estreia pelo Fortaleza do agora técnico Rogério Ceni brilhou. O ex-tricolor marcou os QUATRO gols da goleada do Fortaleza sobre o Uniclinic pelo Campeonato Cearense.

Agora foi a vez do goleiro Omar, dispensado pelo Bahia em 2014, estrear com o pé direito. O arqueiro foi o principal destaque da Caldense-MG no primeiro compromisso pelo Campeonato Mineiro. Omar fechou o gol e pegou até pênalti ajudando sua equipe a vencer o Democratas por 2 a 1. Após a partida, o arqueiro comemorou a boa estreia e falou sobre os objetivos na competição.

“Estrear com uma vitória, fora de casa, jogando bem, foi fantástico. Estou muito feliz pelo triunfo e por ter defendido um pênalti, que ajudou a equipe. Vamos manter esse ritmo agora para conquistarmos nossos objetivos na competição. O elenco está no caminho certo. Vamos lutar para colocar a Caldense na segunda fase do estadual. Já provamos que temos condições disso. Temos que manter os pés no chão e a intensidade para conquistarmos esse objetivo”, disse.

Gustavo chegou ao Bahia em 2016 por empréstimo junto ao Corinthians. Acabou não convencendo e liberado para acertar com o Goiás. Foi “titular” do Esquadrão no Campeonato Baiano, onde Guto utilizou apenas os suplentes. Pelo tricolor, marcou 6 gols em 24 jogos.

Já Rodrigão teve uma passagem ainda mais curta. Desembarcou no Fazendão em julho de 2017, vindo do Santos por empréstimo, e foi dispensado em outubro após um vídeo polêmico onde aparece bebendo com amigos na véspera do BAVI. Jogou 14 jogos pelo tricolor e marcou 5 gols, todos eles no início fulminante, quando chegou a ter uma média de 1 gol por jogo.

 

Bahia contratou bem, porém, muita gente BOA saiu e não houve reposição

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*