Altos-PI x Bahia: Não vamos tomar como surpresa uma derrota tricolor!

"O tropeço, caso ocorra, será apenas sequência do péssimo trabalho de Guto.."

Texto: Salvador Rocha - (Altos e Bahia se enfrentaram na 1º fase do torneio em 2017)
Spread the love

Não vamos tomar como surpresa, caso o Bahia perca o jogo para o Altos do Piauí, que acontece na noite desta terça-feira (30), em Teresina. O técnico Guto Ferreira se esbarra em desculpas e mais desculpas, antes e durante as partidas, alegando pouco descanso e falta de treinamento.

Ora, será que o rival é diferente do Bahia? A diferença é que lá tem Vagner Mancini e não fica nesta frescura de rodízio, que só faz prejudicar o time. Qual o time titular do Bahia em 2018? Se alguém souber, por favor me informe. Após o jogo de sábado, Guto comemorou o fato do time não ter sofrido gols contra o Fluminense de Feira, mesmo jogando com um jogador a mais desde o 1º tempo.

Colocou como desculpa a improvisação e não escalação de 1ª do lateral João Pedro Ribeiro, de 17 anos, e o pouco tempo de treinamento, novamente. Ora, Santos e Flamengo vêm escalando constantemente jogadores de
17 e 18 anos, tendo uma boa resposta.



Se não colocar em Campeonato Baiano e Copa do Nordeste, vai colocar estes jovens quando? Não esquecemos que Guto preteriu o lateral-esquerdo Juninho, de 19 anos, que graças a Paulo César Carpegiani foi escalado e não saiu mais, sendo bem vendido ao Corinthians.

Portanto, Guto Ferreira tem provado a sua covardia e a sua incompetência, confirmando a tese de que é treinador de time pequeno, como os que ele treinou antes do Bahia. Não é técnico para o Esquadrão de Aço.

A derrota ou empate contra o Altos nesta terça-feira (30), caso ocorra, será apenas uma sequência de seu péssimo trabalho. Porém, temos contra a blindagem do Presidente do Bahia que o apoia. Além do mais, defende esta péssima sequência de resultados nos campeonatos, referendando o rodízio. Disse na rádio, que o Bahia terá um time titular daqui 60 a 90 dias. Pasmem BELLINTANI.

Salvador Rocha, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.

VEJA TAMBÉM:

O problema do Bahia não é o rodízio, mas sim a falta de técnico!

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*