Política é para os conselheiros, não os jogadores – diz goleiro do Vitória

O arqueiro de elogiou o presidente em exercício, Agenor Gordilho.

Em entrevista coletiva após o triunfo fundamental contra a Ponte Preta, o goleiro Fernando Miguel, figura forte dentro do Vitória, falou sobre o momento político que ultrapassa o clube rubro-negro. Segundo ele, a equipe está totalmente focada em fazer o seu papel dentro de campo e vencer o Flamengo no próximo domingo, no Barradão. O arqueiro ainda destacou que política quem trata são os conselheiros e não os jogadores, esses tendo apenas a obrigação de trabalhar e representar o clube dentro de campo.

“Acredito que o presidente Agenor [Gordilho] desde que assumiu a função tem feito bem o papel. O nosso grupo tem gente bastante experiente que sabe separar bem as coisas. Quem trata de política são os conselheiros do clube e são eles que definem o futuro do clube e de quem vai dirigir. A gente compete é trabalhar no dia a dia, fazer nosso papel e entender que nossa função é trabalhar e representar o clube dentro de campo. Política quem define são os conselheiros e não os jogadores. A gente procura fazer nosso papel que é trabalhar no dia a dia para que a gente possa jogar e apresentar um futebol que agrade o torcedor”

O Vitória é o 15º colocado com 43 pontos e só depende dele próprio para permanecer na Série A. Para isso, precisa vencer o Flamengo. Empate ou derrota aliado a triunfos dos rivais (Sport, Coritiba e Avaí), pode rebaixar o Leão na última rodada.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*