Vitória joga bem, mas empata com o Santos fora de casa

O resultado acabou sendo péssimo para o Santos

O Esporte Clube Vitória teve na noite desta segunda-feira mais uma boa apresentação atuando longe de Salvador, algo que já virou rotina nesse campeonato assim como as derrotas e decepções no Barradão, mas dessa vez foi impedido pelo Santos de chegar ao sexto triunfo consecutivo como visitante ficando apenas no empate por 2 a 2 em jogo movimentado, de muitas oportunidades, e com certa superioridade do Leão que jogou melhor na maior parte dos 90 minutos, criou e agrediu mais, esteve à frente no placar duas vezes, contudo, foi penalizado com o gol infeliz marcando contra pelo zagueiro Ramon jogando água no chopp dos rubro-negros e decretando o empate que coloca o Leão em 15º com 33 pontos, há 1 mísero ponto do Z-4.

O resultado acabou sendo péssimo para o Santos que perdeu grande chance de diminuir a distância para o líder Corinthians, já o Vitória leva 1 ponto aceitável e importante para Salvador apesar de ter feito um jogo mais consistente e com possibilidade de conquista dos 3 pontos, além disso, aumenta a invencibilidade fora de casa para 7 jogos em sequência (2 empates e 5 triunfos). Agora o Leão retorna à Salvador onde teve compromisso na quinta-feira, às 19 horas, diante do Atlético Paranaense, com a missão de desenterrar a cabeça de bode que enterraram no gramado do estádio Manoel Barradas, onde inexplicavelmente não consegue jogar bola.

O JOGO:
No 1º tempo vimos um Vitória bem diferente, aliás, inverso daquele que foi derrotado pelo Sport-PE. Em campo, um time corajoso, trocando passes, trabalhando a bola com paciência no ataque e propondo jogo diante de um Santos tímido e com muitas dificuldades para fazer as triangulações que é o seu forte. Para termos uma ideia, o goleiro Caíque não fez uma defesa sequer nos primeiros 45 minutos, enquanto Vanderlei operou dois milagres, porém não conseguiu impedir o gol de David aos 22 minutos, com muita frieza e categoria para fintar a defesa santista e estufar a rede.

Com a vantagem, o Leão esteve mais próximo do segundo do que o Santos do primeiro, no entanto, o futebol não acompanha lógica, e o Santos mesmo mal em campo errando passes adoidado, conseguiu o empate aos 35 minutos com o baixinho Jean Mota que virou um gigante e superou a defesa rubro-negra. Apesar da igualdade na etapa inicial, diria até injusto, o Vitória foi muito superior no jogo, chegou ao ataque com perigo e soube o que fazer com a bola. Os números não mentem. o Leão teve o dobro de finalizações (10 x 5) e 5 chances reis de gol contra apenas 2 do Peixe.

A primeira defesa difícil do gigante Caíque só aconteceu aos 6 minutos do 2º tempo com Ricardo Oliveira perdendo chance incrível que não costuma perder. A resposta do Vitória veio minutos depois em dose dupla com Neílton carimbando a trave e Wallace parando em Vanderlei. De tanto insistir, o Leão conseguiu o desempate com Wallace aos 19 minutos, porém, não deu tempo da nação rubro-negra comemorar e 5 minutos depois o zagueiro Ramon decidiu deixar o dele, só que contra o próprio patrimônio, deixando novamente tudo igual e colocando ainda mais fogo no jogo que permaneceu lá e cá até os minutos finais, contudo, ficou mesmo no empate em 2 x 2.

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. There are some interesting time limits in this article however I don’t know if I see all of them heart to heart. There is some validity but I will take maintain opinion till I look into it further. Good article , thanks and we wish more! Added to FeedBurner as effectively

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. ליווי שירותי ליווי
  2. Tor hidden wiki link
  3. สอนเทรด Forex

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*