Guto fala sobre 2017: Reforços, Renovações, Sub-20..

O ano está se acabando e o Bahia até o momento se movimentou bem pouco, é claro, podemos ter muitas novidades antes de 2017 bater na porta, foi o que garantiu nosso presida, Marcelo Sant’Ana. De reforço, só chegou Pablo Armero, lateral-esquerdo colombiano de 30 anos que disputou 39 jogos nos últimos três anos que veio para suprir a provável perda de Moisés, ou seja, não é uma troca para ser comemorada pelo que vinha jogando o antecessor na Série B. Renovamos também com o atacante Edigar Junio e o lateral-direito Eduardo que ficam em definitivo e o volante Renê Júnior por mais um ano. 

Assim como a torcida tricolor, o técnico Guto Ferreira, que passa férias em Piracicaba, interior de São Paulo, também aguarda ansiosamente os presentes atrasados de Natal que devem chegar próximo do aniversário do clube de 86 anos, dia 1º de janeiro. O treinador falou sobre a expectativa pela temporada 2017, disse que compreende as dificuldades para contratar, mas que espera as novas peças logo para que estejam disponíveis para iniciar a pré-temporada com o grupo, assim como a permanência dos jogadores que fizeram parte da campanha de acesso e agradaram, exemplos de Moisés e Luiz Antônio que ainda não renovaram contrato.

Veja a entrevista:

REFORÇOS

“Deus queira que sim. Gostaria que os reforços chegassem até o dia 1º. Para que a gente chegue no dia 2 com todo mundo se apresentando, e que a gente não perca um dia de trabalho. Todos que forem chegando após esse período, com uma viagem de imediato [para os Estados Unidos, no dia 9], são dias que a gente vai perdendo na construção da equipe para o ano. Tem muito trabalho até lá, e estou certo que tudo vai dar certo”

MERCADO 

“O mercado está bastante difícil. E torço para que tudo isso possa acontecer [contratações possam chegar]. Se não acontecer, começaremos o ano logicamente com alguns problemas. A diretoria é consciente e está trabalhando muito para que esse trabalho se concretize em muita coisa que está engatilhada. E que a gente possa ter um plantel na faixa dos 22, 23 jogadores para começar o ano dentro de uma condição de equilíbrio nas competições, com aproveitamento dos meninos da base.”

BASE 2016

“Situação de prioridade passa pela renovação de contratos que ainda não aconteceram. Mais um lateral para cada lado, situações de meio-campo e principalmente de ataque. Existem vários fatores positivos. O primeiro é a manutenção da maior parte do plantel já adaptado ao modelo de trabalho, adaptado ao clube, e com condições de haver crescimento em cima de um trabalho que terminou o ano com o objetivo realizado [o acesso para a Série A]. E em condições de contratações que o clube busca para qualificar”


ESTADUAL

“Os estaduais têm um nível técnico um pouco inferior em relação a grande competição, que é o Campeonato Brasileiro. Embora tenhamos a Copa do Nordeste, que é uma competição de alto nível, mas um pouco mais baixo em relação à Série A. Essa situação de jogar durante quatro ou cinco meses uma competição com nível técnico inferior faz com que tenha tempo gradativo para ir subindo do, teoricamente, mais fácil para o mais difícil. Não que uma competição seja fácil, mas de um nível técnico mais baixo para o mais alto. Isso permite que se vá avaliando o dia a dia da equipe, se há uma evolução, se vai chegar com qualidade, qualificada para a grande competição do ano. 

TÍTULOS

“O Bahia vai, até pela situação de ser clube de massa, em busca sempre de conquistas. Vamos priorizar a competição que estivermos disputando. Agora, existem estratégias para cada momento da competição. Dentro dessa estratégia, Teremos momentos em que a ênfase maior será em uma competição. Tudo depende do momento vivido em cada competição para que se dê um pouco mais de importância a uma ou outra competição, ou ter igual nas duas”

SUB-20

“Vários atletas estavam trabalhando com a gente e desceram para a situação de disputar a Copa do Brasil Sub-20. Vou citar um nome para não citar todos: o Rodrigo Becão vai estar integrado ao elenco profissional, inclusive vai para os Estados Unidos com a delegação. Existem outros que a gente pretende aproveitar, inclusive alguns que tiveram destaque na Copa do Brasil Sub-20”

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*