Organizada do Avaí protesta após chegada de Jael, que se desculpa por provocação

A contratação do atacante Jael não agradou boa parte da torcida do Avaí.

Foto: Leandro Boeira/AFC

A contratação do atacante Jael não agradou boa parte da torcida do Avaí, e contou até com protesto de organizada do clube. O motivo foi uma provocação feita pelo jogador em 2014, quando defendeu o Joinville, que foi campeão da Série B naquele ano e conquistou o acesso. O Avaí também subiu, mas apenas na última rodada contando com uma combinação de resultados.

 

Mesmo assim, Jael não perdeu a oportunidade de alfinetar o Avaí. Em uma publicação em uma rede social, o atacante destacou a conquista do JEC com a legenda: “A comemoração não para! #Deusnocontrole #pracimadelesJEC #familiaJEC #avisaamanezadaqueeusoucampeão #JECcampeãoBrasileiroSerieB2014”.

Logo após o anúncio da contratação de Jael, uma organizada do Avaí protestou. “A Torcida Mancha Azul vem por meio desta nota repudiar a contratação do atacante Jael. Estamos unidos por um só objetivo, a permanecia do Avaí F.C. na série B de 2024. A contratação de um jogador que já foi desrespeitoso com a torcida e com o clube é uma forma de menosprezar o sentimento do torcedor. Não vamos admitir jogadores que faltaram com respeito à nossa instituição vestindo a camisa centenária do Avaí”, diz a postagem.

Jael foi apresentado no Avaí na sexta-feira. Na coletiva, o atacante explicou a polêmica e pediu desculpas pelo ocorrido. “Eu queria pedir as minhas sinceras desculpas pelo que aconteceu ali em 2014, 2015. Uma infelicidade, uma imaturidade na época também. Fiz uma brincadeiras, não só com o Avaí, tinha feito com o Figueirense também. Isso era coisa de menino, coisa de atleta imaturo, atleta jovem. Foram brincadeiras que atingiram a um grupo de torcedores… Então quero pedir sinceras desculpas”.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário