Tite tem o 4º maior salário entre os técnicos da Copa do Mundo, diz Jornal

Tite aparece em quarto no ranking geral com vencimentos na casa dos R$ 20 milhões anual

Foto: AFP

O jornal espanhol Sport divulgou a lista dos salários anuais dos técnicos da Copa do Mundo de 2022. O treinador que mais recebe é alemão Hansi-Flick, com salário de 6,5 milhões de euros (algo em torno de R$ 36,3 milhões). O técnico Tite aparece em quarto no ranking geral com vencimentos na casa dos R$ 20 milhões (anual), ou seja, R$ 1,66 milhão por mês. O brasileiro só fica atrás de Hansi-Flick, do inglês Gareth Southgate (segundo colocado com 5,8 milhões de euros – R$ 32,3 milhões) e o francês Didier Deschamps (3,8 milhões de euros – R$ 21,2 milhões). No final da tabela, com os “menores salários”, aparecem o africano Jalel Kadri (Tunísia), Rigobert Song (Camarões) e Aliou Cissé (Senegal).

 

Confira a lista:

1° – Hansi-Flick (Alemanha) – 6,5 milhões de euros (R$ 36,3 milhões)

2° – Gareth Southgate (Inglaterra) – 5,8 milhões de euros (R$ 32,3 milhões)

3° – Didier Deschamps (França) – 3,8 milhões de euros (R$ 21,2 milhões)

4° – Tite (Brasil) – 3,6 milhões de euros (R$ 20 milhões)

5° – Louis Van Gaal (Holanda) – 2,9 milhões de euros (R$ 16,1 milhões)

6° – Gerardo Martino (México) – 2,9 milhões de euros (R$ 16,1 milhões)

7° – Lionel Scaloni (Argentina) – 2,6 milhões de euros (R$ 14,5 milhões)

8° – Félix Sánchez (Qatar) – 2,4 milhões de euros (13,4 milhões)

9° – Fernando Santos (Portugal) – 2,2 milhões de euros (R$ 12,2 milhões)

10° – Murat Yakin (Suíça) – 1,6 milhão de euros (R$ 8, 9 milhões)

11° – Paulo Bento (Coreia do Sul) – 1,3 milhão de euros (R$ 7,2 milhões)

12° – Graham Arnold (Austrália) – 1,3 milhão de euros (R$ 7,2 milhões)

13° – Gregg Berhalter (Estados Unidos) – 1,25 milhões de euros (R$ 6,9 milhões)

14° – Roberto Martínez (Bélgica) – 1,2 milhão de euros (R$ 6,7 milhões)

15° – Luis Enrique (Espanha) – 1,15 milhão de euros (6,4 milhões)

16° – Kasper Hjulmand (Dinamarca) – 1,15 milhão de euros (6,4 milhões)

17° – Herve Renard (Arábia Saudita) – 1,1 milhão de euros (R$ 6,1 milhões)

18° – Hajime Moriyasu (Japão) – 1 milhão de euros (R$ 5,5 milhões)

19° – Walid Regragui (Marrocos) – 920 mil euros (R$ 5,1 milhões)

20° – Diego Alonso (Uruguai) – 680 mil euros (R$ 4,8 milhões)

21° – Gustavo Alfaro (Equador) – 770 mil euros (R$ 4,3 milhões)

22° – Dragan Stojkovic (Sérvia) – 650 mil euros (R$ 3,6 milhões)

23° – Carlos Queiroz (Irã) – 650 mil euros (R$ 3,6 milhões)

24° – Zlatko Dalic (Croácia) – 550 mil euros (R$ 3 milhões)

25° – Czeslaw Michniewicz (Polônia) – 500 mil euros (R$ 2,7 milhões)

26° – John Herdman (Canadá) – 480 mil euros (R$ 2,6 milhões)

27° – Otto Addo (Gana) – 400 mil euros (R$ 2,2 milhões)

28° – Robert Page (País de Gales) – 380 mil euros (R$ 2,1 milhões)

29° – Luis Fernando (Costa Rica) – 350 mil euros (R$ 1,9 milhão)

30° – Rigobert Song (Camarões) – 340 mil euros (R$ 1,8 milhão)

31° – Aliou Cissé (Senegal) – 310 mil euros (1,7 milhão)

32° – Jael Kadri (Tunísia) – 130 mil euros (R$ 726 mil)

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário