Ex-atacante da dupla Ba-Vi assume comando técnico de equipe paulista

Roger antecipou o projeto de se transformar em treinador de futebol

Foto: Rogério Rueda / Inter de Limeira

Com passagens pelo Esporte Clube Bahia e Esporte Clube Vitória, o ex-centroavante Roger desligou a profissão de jogador para acender a caminhada como técnico profissional. Três meses após cravar a aposentadoria como atleta, ele assumiu a Inter de Limeira. Nesse sentido, após um breve período atuando como gerente de futebol, Roger antecipou o projeto de se transformar em treinador de futebol e já venceu duas partidas e perdeu uma no comando técnico da equipe paulista. Todos os jogos aconteceram pela Série D do Campeonato Brasileiro 2021.

 

“Ser treinador, todos aqui, principalmente a gestão, sabiam que era um sonho, mas não para agora. Era algo que eu ia trabalhar na gerência, aprender com os treinadores, mas foi me dada essa oportunidade, e os resultados estão aparecendo. Não tem jeito, a beira do campo fica a gente. Não quero mais ser gerente, definitivamente meu desejo é seguir a linha de treinador”, garantiu o treinador da nova safra de técnicos brasileiros.

O clube paulista anunciou a demissão do comandante Dyego Coelho, no dia 25 de julho deste ano. Desta forma, sem conseguir fechar com um substituto para comandar a equipe na Quarta Divisão, Roger assumiu, provisoriamente, o comando do time. A estreia do ex-jogador aconteceu no dia 31 do mesmo mês. Na ocasião, venceu o Boavista, por 1 a 0, no Estádio Major Levy Sobrinho.

Projeção de Roger para os próximos passos

Agora, o próximo confronto sob comando de Roger, está programado para acontecer no sábado (21), às 17h, frente ao São Bento, novamente dentro de casa, desta vez, pela 12ª rodada. Em síntese, o Leão figura na 6ª colocação, com 13 pontos somados, no Grupo A7.

“O que eu venho passando para os atletas é que vamos pensar jogo a jogo. Não vamos falar em classificação, em pontuação, nós precisamos nos preparar e vencer o São Bento no sábado”, avaliou.

Em contrapartida à antecipação dos planos, Roger vai prosseguir com o aprimoramento como técnico. Atualmente, ele está cursando a Licença B da CBF Academy e deve ganhar o certificado em outubro. Posteriormente, entre novembro e dezembro, ele pretende começar a Licença A.

“Quero abrir a próxima temporada com tudo pronto. Eu já mudei meu foco completamente. Estou vendo jogos, estudando treinamentos, perfis de equipes, para formar o meu estilo. Conversei com bastante gente, inclusive a direção da Inter, e considero que é uma grande oportunidade de aprender aqui no clube”, concluiu o treinador.

A última passagem de Roger no futebol brasileiro aconteceu pela Ponte Preta. No dia 17 de maio, ele encerrou a carreira de jogador, pelo Campeonato Paulista.

Antes de mais nada, ele se lançou no esporte nas divisões de base da Macaca. Posteriormente, somou passagens por clubes como São Paulo, Palmeiras, Sport, Ceará, Athletico-PR, Botafogo, Internacional, Corinthians e Operário-PR.

Por fim, pelo Vitória, atuou em 2009. Já pelo Bahia, em 2015.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*