Bahia leva virada em Pituaçu e vai se aproximando do Z4 na Série A

O Esporte Clube Bahia agora tem dois jogos seguidos fora de casa

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Com a presença de 25 torcedores nas arquibancadas do Estádio Metropolitano de Pituaçu, entre eles o campeão olímpico Hebert Conceição, o Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite deste domingo buscando reencontrar o caminho dos triunfos no Campeonato Brasileiro da Série A e encerrar o jejum de cinco jogos sem vencer na competição, sendo quatro derrotas e um empate. No entanto, os comandados de Dado Cavalcanti voltaram a decepcionar. Após sair na frente com Gilberto encerrando a seca de gols, e criar chances de ampliar o placar , o Tricolor levou a virada e foi derrotado por 2 a 1, com gols de Zé Roberto e João Paulo.

 

Com o revés, o Bahia caiu para o 12º lugar, com 18 pontos, sendo ultrapassado por Corinthians e Juventude, além disso, vai se aproximando cada vez mais da zona de rebaixamento – nesse momento a distância é de apenas 3 pontos para o Sport-PE, primeiro integrante do Z4, sendo que o América-MG ainda entra em campo e a distância pode cair para um ponto. Já o Atlético-GO chegou aos 23 pontos e subiu para o 7º lugar.

O jogo começou com o Atlético-GO rondando a área do Bahia, mas sem ameaçar. Depois dos 15 minutos iniciais, o Esquadrão passou a dominar e quase fez o primeiro com o argentino Lucas Mugni exigindo grande defesa de Fernando Miguel. Maycon Douglas e Nino também tentaram, mas quem abriu o placar foi o atacante Gilberto, com um golaço em chute de fora da área, aos 25 minutos. Após o gol, o time baiano se acomodou, a equipe goiana foi chegando com perigo e quase empatou aos 48 com Janderson batendo cruzado.

O Bahia voltou para o segundo temo pressionando e em menos de 8 minutos teve duas excelentes oportunidades com Rodriguinho e Maycon Douglas. Quem não faz? Aos 9 minutos, Lei do Ex em Pituaçu. Arnaldo cruzou, o atacante Zé Roberto ganhou da defesa pelo alto e marcou de cabeça. Aos 15, Luiz Otávio recuou para Matheus Teixeira que saiu jogando errado e deu no pé de João Paulo que teve a frieza para tocar no canto e virar o jogo. Os gols foram um baque para o Bahia que não conseguiu mais criar jogadas de ataque e acabou amargando mais um revés dentro de casa.

O Esporte Clube Bahia agora tem dois jogos seguidos fora de casa. O próximo compromisso é no sábado (21), às 19h, contra o Grêmio do técnico Luiz Felipe Scolari, em Porto Alegre, pela 17ª rodada da Série A. Na sequência, visita o Fluminense de Roger Machado, no dia 29 de agosto, às 18h15, no Estádio do Maracanã, pela penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 2 ATLÉTICO-GO
BRASILEIRO DA SÉRIE A (16ª RODADA)

LOCAL: Pituaçu, em Salvador
DATA E HORA: 15/08/2021 (domingo), 18h15
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
ASSISTENTES: Celso Luiz da Silva e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)
VAR: Pericles Bassols (SP)

GOLS: Gilberto (Bahia) / Zé Roberto e João Paulo (Atlético-GO)

BAHIA
Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick (Matheus Bahia), Mugni (Óscar Ruiz) e Daniel; Maycon Douglas (Galdezani), Rodriguinho e Gilberto (Rodallega). Técnico: Dado Cavalcanti.

ATLÉTICO-GO
Fernando Miguel; Dudu (Toró/Arthur Henrique), Wanderson, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Baralhas, Arnaldo e João Paulo (André Lima); Zé Roberto (Lucão) e Janderson (Ronald). Técnico: Eduardo Barroca.

 

Deixe seu comentário!

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*