Visando duelo contra o Bahia, treinador pede atenção ao Juventude

"Foram três derrotas com o mesmo cenário. Precisamos falar mais dentro do jogo", disse.

Depois de emplacar uma sequência de três vitórias e um empate chegando a ocupar a sexta colocação, o Juventude teve o seu embalo freado no último domingo ao perder para o Ceará por 2 a 0 na Arena Castelão e caiu para a 12ª posição. Agora o time gaúcho se prepara para enfrentar o Bahia, nesta quarta-feira, às 18h, no Estádio de Pituaçu, pela 10ª rodada da Série A do Brasileiro. O técnico Marquinhos Santos comentou sobre as últimas derrotas do time, que foi para o intervalo empatando sem gols, mas foi vazado antes dos 10 minutos do segundo tempo. Foi assim contra Palmeiras e Athletico-PR. Diante do Ceará, sofreu um gol aos dois e outro aos oito da etapa final.

 

“Foram três derrotas com o mesmo cenário. Precisamos falar mais dentro do jogo, os nossos atletas precisam se mobilizar um com o outro. O futebol deixou de ter essa cobrança entre eles, ainda mais na ausência de torcida. Temos que nos preparar melhor para que se tenha liderança dentro de campo, para que a chama da concentração se mantenha acesa”, cobrou Marquinhos.

O treinador frisou que a derrota para o Ceará veio num momento em que não pode perder pontos, mas tira como lição para os próximos jogos. “O time tem jogado, tem equilibrado as partidas desde o início da competição e acredito que essa derrota venha num momento em que não possamos estar perdendo pontos. Porém, acho que é uma lição que tomamos novamente para que possamos voltar a vencer”, afirmou Marquinhos Santos.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*