Vitória elimina o Inter pela 3ª vez e é mais um nordestino a brilhar na Copa do Brasil

Vitória avança às oitavas de final e embolsa mais R$ 2,7 milhões

Foto: Eduardo Deconto

Depois de perder o primeiro jogo no Estádio Manoel Barradas por 1 a 0, o Esporte Clube Vitória agora comandado pelo treinador Ramon Menezes que fez sua estreia, enfrentou nesta quinta-feira o Internacional no Estádio Beira-Rio precisando vencer por um gol de diferença para decidir nos pênaltis ou por dois gols para se classificar no tempo normal. O Leão não se impôs em campo no primeiro tempo, mas na etapa final, cresceu e atuando com um jogador a mais desde os 5 minutos do segundo tempo após expulsão de Pedro Henrique, saiu na frente com Samuel, levou o empate com gol de Johnny, mas buscou a vitória por 3 a 1 e a classificação heroica com golaço de Eduardo e outro de Guilherme Santos. Essa foi a terceira vez que os times duelaram em mata-mata de Copa do Brasil e em todas o Vitória levou a melhor (2004, 2018 e 2021). O Leão é mais um nordestino a brilhar no torneio e se junta a Bahia, ABC, Juazeirense, CRB e Fortaleza.

 

O Internacional dominou o primeiro tempo no Beira-Rio. Teve 63% de posse de bola e 10 finalizações contra 37% e 3 chutes a gol do Vitória. Apesar das inúmeras chances criadas, a primeira etapa terminou sem gol graças aos dois goleiros. O Colorado teve ao menos cinco chances claras, além da bola na trave do lateral Moisés, mas esbarrou no inspirado goleiro Lucas Arcanjo. O Leão apostando nos contra-ataques teve duas boas oportunidades, uma com Ygor Catatau carimbando a trave mesmo sem ângulo e outra com Guilherme Santos exigindo grande intervenção do goleiro Daniel.

No segundo tempo, o cenário retornou o mesmo do primeiro, com o Internacional pressionando, mas aos 5 minutos o zagueiro Pedro Henrique fez falta dura, levou o segundo e foi expulso. Mesmo com um jogador a mais, o Vitória seguiu tomando sustos, mas sendo salvo pelo goleiro Lucas Arcanjo. A história do jogo mudou assim que Dinei entrou em campo. O centroavante acertou um chutaço no travessão e no rebote Samuel abriu o placar aos 24 minutos. O gol animou o time baiano que teve a oportunidade de marcar o segundo, mas acabou levando aos 32 com gol de Johnny. Os colorados ainda comemoravam quando Eduardo acertou um belo chute no ângulo e colocou o Leão novamente na frente. Faltava um golzinho para o Vitória carimbar a classificação e ele veio aos 39 minutos com Guilherme Santos de cabeça.

Agora o Esporte Clube Vitória volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro da Série B, onde ocupa a 14ª colocação com apenas um ponto somado em dois jogos disputados. O Leão estreou empatando com o Guarani em Campinas e na última rodada perdeu para o Náutico por 1 a 0 no Barradão, culminando com a demissão de Rodrigo Chagas. O próximo compromisso do Rubro-Negro é no domingo (13), às 20h30, contra o Operário-PR, no Estádio Manoel Barradas.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 3 VITÓRIA
COPA DO BRASIL (2º JOGO – 3ª FASE)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 10/06/2021 (quinta-feira), 21h30
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG)

GOLS: Johnny (Internacional) / Samuel, Eduardo e Guilherme Santos (Vitória)

INTERNACIONAL
Daniel; Saravia, Pedro Henrique, Victor Cuesta e Moisés; Johnny, Edenílson, Patrick e Taison (Maurício); Yuri Alberto (Caio Vidal) e Thiago Galhardo (Lucas Ribeiro). Técnico: Martín Anselmi (auxiliar).

VITÓRIA
Lucas Arcanjo; Raul Prata, Marcelo Alves, Walace, Mateus Moraes (David) e Roberto; Gabriel Bispo, Pablo (Dinei) e Soares Bolota (Guilherme Santos); Ygor Catatau (Fernando Neto) e Samuel. Técnico: Ramon Menezes.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*