Bahia e Ceará se reencontram um mês após decisão da Copa do Nordeste

Bahia e Ceará se reencontram nesta quinta-feira, às 16h, na Arena Castelão

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Pouco mais um mês após a decisão da Copa do Nordeste, Bahia e Ceará se reencontram nesta quinta-feira, às 16h, na Arena Castelão, pela continuidade da quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Os times vivem momentos bem distintos. Depois de perder o título nordestino, o Vozão entrou uma maré de azar tremenda. Perdeu o Estadual para o Fortaleza, foi eliminado na primeira fase da Copa Sul-Americana e também na 3ª fase da Copa do Brasil novamente para o Fortaleza. Com isso, o Vovô entra em campo bastante pressionado, com o treinador Guto Ferreira na corda bamba e vindo de protestos de torcedores que chegaram a hostilizar e discutir com o meia Vina, que pouco tempo atrás era exaltado, mas não vem apresentando o mesmo rendimento da temporada passada.

 

Se o Ceará chega sob forte pressão e críticas, o Esporte Clube Bahia não vive um momento espetacular, é verdade, existe questionamentos da torcida por um futebol mais atraente e organizado. O time ainda não passa confiança, principalmente porque faltam peças pontuais de reposição no elenco, algo bastante cobrado pelo torcedor. Mas diferente do Vozão, o Esquadrão conquistou o título da Copa do Nordeste e se classificou para as oitavas de final da Copa do Brasil. A única decepção foi a Sul-Americana, que teve a vaga nas mãos para as oitavas, mas deixou escapar e foi eliminado na primeira fase.

Este será o 52º jogo entre Bahia e Ceará, que já se enfrentaram por Brasileirão, Série B e Copa do Nordeste. No total, são 20 vitórias do Vozão, contra 17 triunfos do Esquadrão, além de outros 14 empates. O time baiano marcou 58 gols e sofreu 61. Considerando apenas jogos pelo Campeonato Brasileiro, incluindo a Taça Brasil, o Tricolor venceu 9 vezes, contra 6 do Vovô, e 7 empates. No último encontro, o Bahia venceu por 2 a 1 na Arena Castelão e conquistou o tetracampeonato do Nordeste nos pênaltis.

Quem apita o duelo entre Ceará e Bahia é o árbitro carioca  Marcelo de Lima Henrique. Ele será auxiliado por Eduardo Goncalves da Cruz, do Mato Grosso do Sul, e Márcia Bezerra Lopes Caetano, de Roraima. O quarto árbitro será o cearense Luiz César de Oliveira Magalhães, enquanto Francisco José de Sousa Soares ficará como analista de campo. Na arbitragem de vídeo, o responsável será Pathrice Wallace Corrêa Maia, do Rio de Janeiro, auxiliado por Diogo Carvalho Silva (AVAR) e Marrubson Melo Freitas (Observador de VAR).

A 4ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A foi iniciada nesta quarta-feira com quatro jogos. No Estádio do Morumbi, o São Paulo até saiu na frente, mas teve um jogador expulso e acabou levando o empate ficando no 1 a 1 com a Chapecoense. Já no Estádio do Beira-Rio, o Internacional – que na rodada passada venceu o Bahia – foi derrotado hoje à noite pelo Atlético-MG por 1 a 0, resultado que colocou o Galo com os mesmos 9 pontos de Fortaleza e Athletico-PR. O Corinthians, por sua vez, segue mal das pernas e agora perdeu par o Red Bull Bragantino por 2 a 1 de virada em plena Arena de Itaquera. Fechando os jogos do dia, o Palmeiras venceu o Juventude por 3 a 0 no Estádio Alfredo Jaconi. Com isso, o time gaúcho oriundo da Série B do ano passado segue sem vencer na Série A.

JOGOS DA 4ª RODADA DA SÉRIE A

QUARTA, 16/06
19h00 – São Paulo 1 x 1 Chapecoense
19h00 – Internacional 0 x 1 Atlético-MG
20h30 – Corinthians 1 x 2 Bragantino
21h30 – Juventude 0 x 3 Palmeiras

QUINTA, 17/06
16h00 – Ceará x Bahia
16h00 – América-MG x Cuiabá
19h00 – Fluminense x Santos
19h00 – Sport x Grêmio
19h00 – Atlético-GO x Fortaleza

ADIADO
Athletico-PR x Flamengo

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*