Bahia dá vexame e leva 4 gols do América-MG no Estádio de Pituaçu

Bahia levou 4 a 3 do América-MG, que conquista o primeiro triunfo na Série A

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Depois da boa atuação diante do Palmeiras – apesar da derrota – sendo superior ao adversário dentro do Allianz Parque, mas não tendo competência para segurar o triunfo, o Esporte Clube Bahia voltou a campo nesta quarta-feira com a obrigação de conquistar os 3 pontos diante do América-MG, que até então não havia vencido um jogo sequer na competição e instalado dentro da zona de rebaixamento. No entanto, com um início vergonhoso, levando dois gols em menos de 20 minutos, o Esquadrão tentou reagir, mas acabou levando 4 a 3 do time do técnico Vagner Mancini, dentro do Estádio Metropolitano de Pituaçu. Felipe Azevedo, Juninho, Ribamar e Juninho Valoura marcaram os gols da equipe mineira, enquanto Rodriguinho e Gilberto (duas vezes) marcaram para o tricolor baiano.

 

Com o revés, o Bahia segue com 11 pontos, mas agora ocupando a 6ª colocação, porém, até o complemento da rodada pode descer mais degraus na tabela de classificação. Já o América-MG conquista sua primeira vitória, chega aos 6 pontos e deixa a zona de rebaixamento, assumindo o 15º lugar.

O início de jogo do Bahia foi um desastre, principalmente pelo lado direito ocupado pelo zagueiro Lucas Fonseca, que claramente estava sem ritmo, afinal, não atua desde abril, mostrando que foi uma péssima escolha de Dado Cavalcanti. Aos 14 minutos, o defensor deu espaço para finalização de Felipe Azevedo que abriu o placar. Aos 17, rebateu mal e ainda tomou drible do volante Juninho que fez o segundo com a Lei do Ex. O Esquadrão tinha muita dificuldade para criar diante da retranca do time mineiro, mas aos 35, Rodriguinho recebeu na esquerda, limpou e bateu rasteiro, diminuindo o prejuízo. O gol chegou a ser anulado pelo bandeirinha, mas validado pelo VAR. O empate quase veio aos 39, em uma blitz tricolor. Rodriguinho finalizou no travessão e no rebote Gilberto cabeceou para excelente defesa de Matheus Cavichioli.

A torcida esperava que o Bahia voltasse para o segundo tempo com a mesma postura da reta final do primeiro tempo, porém, foi o América-MG quem voltou melhor e criando as melhores chances, e aos 19 minutos colocou as duas mãos nos 3 pontos com gol marcado pelo atacante Ribamar após duas defesas de Matheus Teixeira. Com uma atuação vergonhosa na etapa final, o Tricolor não se encontrou e a defesa dava um espaço gigantesco para o Coelho que chegou ao quarto gol com Juninho Valoura, que teve uma grande chance de anotar o QUINTO nos minutos finais, mas mandou para fora. Gilberto ainda descontou nos acréscimos, marcando duas vezes, mas não evitou o vexame.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é no domingo (04), às 11h, contra a Chapecoense, na Arena Condá, mais uma equipe que ainda não venceu na competição e se encontra na zona de rebaixamento. O Esquadrão só volta a jogar em Salvador no dia 7 de julho, quarta-feira, às 18h, contra o Juventude, no Estádio de Pituaçu, pela 10ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 4 AMÉRICA-MG
BRASILEIRO DA SÉRIE A (8ª RODADA)

Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 30/06/2021 (quarta-feira)
Horário: 19h
Árbitro: Léo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Cleberson do Nascimento Leite (ambos do CE)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

GOLS: Felipe Azevedo, Juninho, Ribamar e Juninho Valoura (América-MG) / Rodriguinho e Gilberto (2x) (Bahia)

BAHIA
Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano (Maycon Douglas) e Daniel (Jonas); Rossi (Óscar Ruiz), Rodriguinho (Thonny Anderson) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

AMÉRICA-MG
Matheus Cavichioli; Eduardo, Anderson, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho Valoura (Alê) e Felipe Azevedo (Sabino); Marcelo Toscano (Juninho), Rodolfo (Alan Ruschel) e Ribamar. Técnico: Vagner Mancini.

 

Comentários:

2 Comentário

  1. Só lembrando que a defesa foi a mesma que tomou um monte de gols no ano passado. Lucas Fonseca e Mateus Bahia são fracos.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*