Vagner Mancini é demitido do Corinthians após eliminação para o Palmeiras

Corinthians perdeu para o rival por 2 a 0 e foi eliminado no Paulistão

Fim da linha para Vagner Mancini no Corinthians. Neste domingo, o treinador foi demitido logo após a derrota para o Palmeiras por 2 a 0 na Arena Neo Química na semifinal do Campeonato Paulista. Na última quinta-feira, os torcedores já pediam pela demissão de Mancini depois do Timão levar 4 a 0 do Peñarol-URU dando adeus as possibilidades de classificação na Copa Sul-Americana. O anúncio da saída do técnico foi feito pelo presidente do clube, Duilio Monteiro Alves, cerca de uma hora depois da partida contra o arquirrival.

 

“Triste pelo resultado, por termos ficado fora de mais uma final. Queria aqui comunicar a mudança de comissão técnica, a saída do treinador Vagner Mancini e agradecer muito o seu trabalho, dedicação, junto ao Anderson Batatais e ao Claudio (Andrade, analista). Futebol muitas vezes nos obriga a fazer mudanças. Entendemos que neste momento o Corinthians precisa seguir e mudar sua comissão técnica. Nos próximos dias, depois de conversar com toda a diretoria, a gente anunciará o novo comandante”, disse o dirigente.

Com passagens por Vitória, São Paulo, Atlético-GO, entre outros clubes, Vagner Mancini assumiu o Corinthians em outubro de 2020 e comandou a equipe em 45 jogos, com 20 vitórias, 13 empates e 11 derrotas, aproveitamento de 54%. O contrato dele com o Corinthians era válido até o fim do ano e não tinha multa rescisória. Eliminado do Paulistão, o Corinthians volta a campo na quinta-feira, contra o Sport Huancayo-PER, em casa. A tendência é que o ex-meia Danilo, atualmente técnico do time sub-23 do Timão, assuma o comando da equipe principal interinamente.

Comentários:

2 Comentário

  1. Só serviu de “bombeiro” para apagar o “incêndio do rebaixamento” do Corinthians no Brasileirão do ano passado. Conseguiu e, só!
    E agora Imprensa Paulista:
    Cadê o “Mancinismo” que tanto era falado?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*