Treinando separado no Sport, Hernane entra na mira da Ponte Preta

Aos 35 anos, Hernane Brocador tinha aceitado ser negociado no Sport

Foto: Anderson Stevens/Sport

Com futuro incerto no Sport-PE e ainda treinando em separado, o atacante Hernane segue tendo seu nome ligado a outros clubes. A bola da vez é a Ponte Preta, que busca um camisa 9 no mercado e tem o “Brocador” como um dos alvos. Rafael Moura, atualmente sem clube após deixar o Goiás, também está na mira. A princípio, Hernane é visto como uma opção mais viável, mas o lado financeiro não será o único quesito avaliado. A fase técnica e a questão física também serão levados em conta. Em quase três anos seguidos na Ilha do Retiro, o jogador tem 32 gols marcados em 99 partidas. Antes disso, também passou pelo clube em 2015, anotando quatro vezes em 17 jogos.

 

O jogador, com passagem pelo Bahia, chegou ao clube em agosto de 2018, virou artilheiro da equipe em 2019 e iniciou a última temporada como um dos principais nomes do elenco, permanecendo no clube, mas a história mudou. O centroavante de 34 anos começou 2020 como titular, mas muito criticado pela falta de eficiência. Em junho, chegou a falar que pretendia sair em caso de oferta vantajosa de outra equipe e reclamou de salários atrasados. Com a saída de Jair, existe a expectativa para ver se o futuro técnico vai incluí-lo nos planos.

Natural de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, Hernane acumula passagens por Garulhos, Atibaia, São Paulo, Rio Preto, Toledo, Catanduvense, Paulista, Paraná, Mogi Mirim, mas foi no Flamengo seu melhor momento, sendo o maior artilheiro do futebol brasileiro no ano de 2013 marcando 36 gols em 58 jogos. Foi vendido ao Al Nassr da Arábia em 2014, mas não demorou por lá. Retornou ao Brasil para defender o Sport-PE e em 2016 acertou com o Bahia. No total em 3 anos de tricolor, foram 71 jogos e 31 gols anotados. Deixou o Esquadrão para defender o Grêmio em 2018, mas não se firmou por lá e retornou ao Sport-PE. Em quase três anos seguidos na Ilha do Retiro, ele tem 32 gols marcados em 99 partidas – média de 0,32 por confronto. Antes disso, Brocador também passou pelo clube em 2015, anotando quatro vezes em 17 jogos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*