Ramírez fala sobre recuperação após quase um mês da cirurgia no joelho

Ramírez foi uma grata surpresa no Esporte Clube Bahia na temporada passada

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O meia Índio Ramírez foi uma grata surpresa no Esporte Clube Bahia na temporada passada. Chegou sem badalação, emprestado pelo Atlético Nacional, e em pouco tempo se tornou um dos destaques da equipe, contribuindo na articulação das jogadas e marcando belos gols. Porém, na derrota do Bahia para o Fluminense, por 1 a 0, no começo do mês de fevereiro, o jogador sofreu lesão do ligamento cruzado anterior do joelho e precisou passar por uma cirurgia, que foi realizada no dia 2 de março, na Colômbia, por por exigência do Atlético-COL, dono dos direitos do jogador. A previsão de retorno é de pelo menos seis meses. Em contato ao jornalista Matheus Barbaço, do canal “Sou Mais Bahia”, Ramírez falou como anda a recuperação.

 

“Muito melhor agora, estou só com uma muleta, mais uma semana e tiram a outra de mim, e começo a andar sem ajuda. Vou completar um mês de cirurgia e estou muito bem.”, disse o jogador ao “Sou Mais Bahia”.

Natural de Medellín, na Colômbia, Juan Pablo Ramírez Velásquez, de 23 anos, é canhoto, tem 182cm, e surgiu nas divisões de base do Atlético Nacional, se profissionalizando em 2016. Foi emprestado no ano seguinte ao Atlético Bucaramanga, também da Colômbia. Acumula passagens também por outras equipes do mesmo país, como Deportivo Pasto e Leones FC. O jovem atleta também soma convocações para a Seleção Sub-23 do seu país. Chegou ao Bahia com o Campeonato Brasileiro em andamento e rapidamente se transformou em uma das peças mais importantes do time. Índio Ramírez disputou 11 jogos e marcou três golaços pelo Tricolor, contra Flamengo, Corinthians e Internacional.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*