Assim como o Bahia, Ceará também tem aproveitamento ruim fora de casa

Ceará somou apenas 9 pontos como visitante, assim como o Bahia

Bahia e Ceará se enfrentam no sábado pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, que foi iniciada nesta quarta-feira com o duelo entre Fortaleza e Corinthians, que terminou empatado sem gols, na Arena Castelão, aliás, resultado perfeito para o Esporte Clube Bahia, já que abre a porta para que o time baiano possa subir quatro degraus na tabela de pontuação, isto é claro, na hipótese desejada de um triunfo em cima do Vozão, ainda que sabemos que nas últimas três vezes que os clubes se encontraram foram três derrotas do Bahia, e o pior, sendo duas delas dentro de casa e valendo o título da Copa do Nordeste. Além de vencer, o Tricolor precisa torcer por um tropeço do Athletico diante do Fluminense no Maracanã. Assim sendo, alcançaria a 9ª colocação.

 

Bahia e Ceará até a rodada passada viviam embalos opostos considerando os últimos cinco compromissos. O Bahia acumulou três triunfos em sequência, porém, caiu de produção, sendo goleado pelo Bragantino e perdendo para o São Paulo, levando 7 gols na soma dos jogos. Já o Ceará vinha de 5 jogos sem vencer, com três empates e duas derrotas, porém, o time do técnico Guto Ferreira se levantou e aplicou 4 x 1 dentro do alçapão de São Januário no Rio de Janeiro, e embarcou para encarar o tricolor de aço em Salvador com a moral elevada. Hoje o time cearense soma 29 pontos e é o 11º colocado na tabela. O Bahia com um ponto atrás, vem no 13º lugar. Portanto, um autêntico e genuíno duelo de seis pontos.

O time cearense, aliás, como quase todo o clube de médio porte, construiu sua base de pontos para se estabelecer na atual colocação, jogando no seu estádio, ainda que puro sem o empurrão do torcedor. Quando saiu, assim como o Bahia, apanhou muito. Foram seis derrotas, sendo duas de 4 x 2, uma para o Bragantino e outra para o Grêmio, totalizando apenas 9 pontos como visitante (duas vitórias e 3 empates), o que significa 31% dos seus 29 já embolsados. Porém, na última rodada, aí sim brilhou, meteu 4 lá no Alto da Colina, afundando ainda mais o Vasco no Z-4.

Jogando em casa, o Vozão vem de uma sequência de três empates, São Paulo, Atlético Mineiro e Sport. Porém, venceu cinco partidas, inclusive o sempre afamado Flamengo, que já não é aquele do ano passado e vem saindo de moda com o urubu cabisbaixo pela eliminação na Copa Libertadores. Venceu também Coritiba, Corinthians, Fortaleza e o próprio Bahia. Porém, fora de casa, o Ceará venceu apenas dois jogos dos 11 disputados. Empatou três e perdeu seis. Curiosamente, o Vasco que foi goleado na segunda-feira, aplicou 3 x 0 no mesmo Ceará no primeiro turno, em época de Ramon Menezes como técnico dos cariocas. Já o Bahia, atuando fora de casa, somou também 9 pontos, dois triunfos e três empates. Ambos com 27% de aproveitamento.

Os artilheiros da equipe cearense são o meia Vinicius, que andou pelo Bahia, e o grandalhão Cleber que passou pelo Icasa, Barbalha, Guarani de Juazeiro, Vitória, Concórdia e Guarany de Sobral e contratado no início da temporada. Eles juntos marcaram 12 dos 32 gols assinaladores pelo Ceará.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*