Mano oportunizou jovens ‘esquecidos’ por Roger Machado no Bahia

"Acho que ele oportunizou jovens que não vinham tendo muitas oportunidades"

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Conquistando seu espaço no Esporte Clube Bahia, o meio-campista Ramon foi o alvo da entrevista de quinta-feira na sala de imprensa do CT Evaristo de Macedo, onde falou sobre o triunfo por 3 a 1 contra o Atlético-MG, no Estádio de Pituaçu. Na partida, o volante – que pertence ao Internacional e está emprestado ao Esquadrão – fez sua primeira partida como titular pelo time principal do tricolor e explicou a proposta da equipe diante do Galo e sua função dentro de campo, que apesar de não estar acostumado, foi bem orientado por Mano Menezes.

 

“Foi um pouco diferente do que eu estava acostumado a fazer, mas o professor passou a orientação, acertamos a marcação, deixar o meio da nossa defesa bem sólida, com os volantes protegendo a área e talvez ali no primeiro tempo poderíamos ter saído melhor […] A gente entrou com uma proposta de marcação forte, a gente sabia da qualidade do Atlético, da sequência boa que eles vêm tendo, então no primeiro momento a gente tentou anular as jogadas ofensivas deles, numa desatenção tomamos o gol e no intervalo a gente teve algumas alterações, colocamos o time um pouco mais ofensivo”, afirmou.

Ramon também elogiou Mano Menezes e destacou a atenção especial que o treinador dá ao elenco. Além de Ramon, o volante Edson – outro destaque do time de transição – vem recebendo mais chances e também foi titular contra o Atlético-MG. Fessin, que pouco atuou pelo time sub-23 e vinha entrando no decorrer dos jogos com Mano, também começou jogando contra o Galo.

“O Mano sempre dá atenção ao grupo todo, sempre deixa todos preparados e não foi diferente. Acho que ele oportunizou jovens que não vinham tendo muitas oportunidades e fico feliz pela oportunidade que ele vem me dando durante os jogos”, frisou Ramon. 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*