Lucas Fonseca comenta marca no Bahia e não pensa em aposentadoria

“Nunca fui apegado aos números. Sempre procurei fazer o melhor", disse

Às vésperas de completar 300 jogos com a camisa do Esporte Clube Bahia, o zagueiro Lucas Fonseca concedeu entrevista no Sócio Digital para falar sobre a marca e sobre a preparação para a partida contra o Melgar, pela Sul-Americana, que acontece nesta quinta-feira, no Estádio Nacional de Lima. Primeiro atleta a atingir tal feito neste século, o camisa 28 frisou que não se apega muito aos números, mas sempre procurou se dedicar dentro de campo.

 

“Nunca fui apegado aos números. Sempre procurei fazer o melhor possível para poder exercer melhor minha função dentro de campo. O primordial para mim sempre foi pensar em estar bem”, revelou.

Lucas também contou como está sendo feita a preparação para a partida no Peru. “A gente tem se preparado para poder corrigir alguns erros e para melhorar o que já tinha de bom. Acredito que uma equipe que pense gratem que sempre pensar em evoluir e é o que a gente tem procurado fazer”, disse.

Aos 35 anos, Lucas tem contrato com o Bahia até dezembro deste ano, mas não pensa em se aposentar.

“Em nenhum momento eu penso em encerrar a carreira, pois me cuido e sempre participo de tudo normalmente. No momento em que não tiver mais condições de manter a intensidade ideal de treino e jogo que são requisitadas, aí sim pensarei em encerrar. Por enquanto sigo estimulando corpo e mente a evoluir sempre como atleta profissional. Atleta profissional de alto nível tem que ter como uma de suas principais metas evoluir sempre. A consequência disso, sua performance, irá definir seu futuro”, afirma o defensor.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*