Dado Cavalcanti está de volta ao Bahia, com novas atribuições

Dado estava sem clube desde que foi demitido da Ferroviária-SP

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Neste domingo (25), através de comunicado no aplicativo Sócio Digital, o Esporte Clube Bahia anunciou o retorno do técnico Dado Cavalcanti, que comandou a equipe de transição no Campeonato Baiano antes da paralisação, mas acabou sendo desligado após o fim do time sub-23 em virtude da pandemia do coronavírus.  No retorno ao Bahia, Dado reassume o posto de técnico da equipe de transição, se torna coordenador das categorias de base do clube e fará parte do departamento de futebol profissional. Dado estava sem clube desde que foi demitido da Ferroviária-SP com apenas três partidas disputadas na Série D.

 

O time sub-23 do Bahia, comandado por Dado, liderou o Campeonato Baiano que paralisou restando duas rodadas para o término da primeira fase. Como fim do time de transição, por conta da pandemia do coronavírus, o técnico Dado Cavalcanti desligado e posteriormente anunciado como treinador da Ferroviária, de Araraquara. Anunciado no dia 30 de abril, Dado foi demitido pela Ferroviária no dia 1º de outubro.

Pernambucano de 39 anos, ele inicialmente chegou ao Bahia em abril de 2019 e, durante uma temporada, levou a equipe para a semifinal do Campeonato Brasileiro de Aspirantes e para o título do Campeonato Baiano, o qual esteve em mais da metade da campanha. Dado possui um vasto currículo, tendo treinado times como Santa Cruz, Coritiba, Ponte Preta, Náutico, CRB, Ceará, Paraná e Paysandu.

Dado foi bicampeão da Copa Verde e campeão paraense pelo Papão. Venceu também a Copa Pernambuco, em 2009, com o Santa. No ano seguinte, ainda à frente do clube, eliminou o Botafogo em pleno Engenhão, pela Copa do Brasil, classificando-se para as oitavas de final.

Deixe seu comentário

2 Comentário

  1. Grande contratação, excelente treinado, profissional, vai agregar muito na formação dos nossos jogadores, e revelar bons talentos, lembramos que não só de time profissional vive o departamento de futebol, quem pensa só no time profissional não está pensando do futuro do time de futebol do clube. Parabéns, mas precisamos de mais, principalmente de reforços para o campeonato brasileiro

  2. Boa merda. Um inútil. O time principal carecendo de reforços, com urgência, e chega outro mauricinho estilo Cerri e Belintani. É o Bahia sem alma dessa gestão fraquíssimo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*