No último ano em que foi lanterna, Bahia acabou rebaixado para Série B

Bahia não era lanterna do Brasileirão desde 2014

O Esporte Clube Bahia atravessa um momento terrível no Campeonato Brasileiro da Série A. Iniciou vencendo os dois primeiros jogos, contra Coritiba e Bragantino, porém, longe de agradar o torcedor pelo desempenho abaixo da média. Depois disso, só perdeu ou empatou. São nove jogos consecutivos sem triunfo, com seis derrotas (quatro em sequência) e três empates, a pior defesa com 19 gols sofridos, o pior aproveitamento e único clube com aproveitamento inferior a 30%, ocupando a lanterna, com apenas 9 pontos dos 33 possíveis até aqui. Roger Machado foi demitido após a 7ª rodada, Prates assumiu dois jogos e chegou Mano Menezes, mas o Tricolor segue sem conseguir vencer.

 

No último domingo (27), o Esporte Clube Bahia assumiu a última colocação após o empate entre Ceará e Goiás, por 2 a 2, na Arena Castelão. O Tricolor não frequentava a zona de rebaixamento desde maio de 2018 e não segurava a lanterna desde 2014, ano do seu último rebaixamento para a Série B do Brasileiro. Naquela temporada, o Esquadrão era comandado por Gilson Kleina e assumiu a lanterna na 20ª rodada após perder para o Cruzeiro por 2 a 1 no Mineirão. O Bahia acabou fechando aquele ano na 18ª posição, com 37 pontos, e amargou mais um descenso.

O time de Mano Menezes volta a campo na quarta-feira, para enfrentar o Botafogo, às 21h30, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, em duelo da primeira rodada que foi adiado por conta da final do Campeonato Baiano. O time carioca também atravessa uma fase ruim no Brasileirão e não vence há oito jogos, com seis empates e duas derrotas. Além disso, também figura dentro da zona de rebaixamento, na décima oitava posição. Ou seja, trata-se de um duelo de SEIS pontos e de extrema importância.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*