Fora de casa, Bahia de Feira estreia na Série D diante do Tupynambás

Bahia de Feira inicia busca pelo acesso à Série C do Brasileiro

Foto: Divulgação/Bahia de Feira

Neste sábado (18), começa a fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série D, e com dois – dos três representantes do futebol baiano na competição – em ação. O primeiro a entrar em campo é o Bahia de Feira, que enfrenta o Tupynambás-MG, às 16h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, Minas Gerais. A equipe comandada por Barbosinha, que se reforçou bastante em todos os setores para brigar com força pelo acesso à Série C do Brasileirão, figura no Grupo 6 e terá como concorrentes: Atlético de Alagoinhas, Brasiliense, Caldense, Gama, Palmas, Tupynambás e Villa Nova-MG.

 

No Campeonato Baiano, o Bahia de Feira acabou decepcionando. Apontado como um dos candidatos à conquistar uma das quatro vagas às semifinais, o Tremendão acabou ficando de fora do mata-mata, perdendo a vaga para a Juazeirense que venceu por 3 a 1 na última rodada e eliminou o time feirense. O Bahia de Feira chegou a liderar o Baianão e figurou quase toda a competição no G-4, mas terminou no 6º lugar, com 12 pontos, 3 triunfos, 3 empates e 3 derrotas.

Quem apita o duelo é o árbitro mato-grossense Rafael Odilio Ramos dos Santos. Fiscal de tributos, ele tem 37 anos e desde 2011 está na arbitragem. No Brasileiro, será a primeira partida em que trabalhará como juiz central. Rafael Odilio atuou como quarto árbitro em um jogo da Série B do Campeonato Brasileiro, entre Cuiabá 0 e 0 Figueirense no último dia 8 de setembro e pela Copa do Brasil no dia 5 de fevereiro no jogo entre Operário/MT x Santa Cruz/PE. Ele será auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Filipe Ramos Santana. O quarto árbitro será André Luis Skettino Policarpo Bento e o analista de campo será Rogerio Pereira da Costa.

O Campeonato Brasileiro da Série D na sua edição 2020 ganhou um novo formato, bem diferente em relação às edições anteriores. A novidade foi a realização de um torneio Pré-Classificatório reunindo oito clubes para quatro avançarem à fase de grupos. Os jogos de mata-mata já foram realizados inserindo na competição Ji-Paraná, Baré, Real Noroeste e Brasiliense.

A competição vai reunir 64 clubes, divididos em oito grupos de oito. Eles jogam entre si em turno e returno – 14 rodadas – avançando à segunda fase os quatro melhores, totalizando 32 clubes. A partir daí as fases serão em mata-mata, caindo para 16, 8, 4 (semifinais) e 2 (final). Os semifinalistas vão ascender à Série C em 2021. Os confrontos regionalizados foram mantidos, sendo que o Estado da Bahia terá como representantes Bahia de Feira, Atlético de Alagoinhas e Vitória da Conquista.

Assistir Tupynambás x Bahia de Feira AO VIVO pela Série D

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*