Vitória fecha preparação e Pivetti define substitutos de lesionados

Bruno revelou que escolheu os substitutos de Van e Maurício Ramos

Foto: Letícia Martins / EC Vitória

Tudo pronto para a estreia no Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira, o elenco do Esporte Clube Vitória finalizou a preparação para enfrentar o Sampaio Corrêa, sábado, às 19h, no Estádio Manoel Barradas. Após o aquecimento comandado pelo preparador físico Ednilson Sena no campo 1 do CT Manoel Pontes Tanajura, Bruno Pivetti levou os atletas ao gramado do Barradão. No palco do jogo de estreia, o treinador promoveu os últimos retoques táticos com simulações ofensivas e defensivas, e voltou a trabalhar a bola parada.

 

Depois das correções, Pivetti autorizou a realização de dois-toques, e ao final o grupo subiu para chácara Vidigal Guimarães, que faz parte do Complexo Esportivo Benedito Dourado da Luz, para o início da concentração. Para a partida, o comandante rubro-negro não terá o capitão Maurício Ramos. O zagueiro evoluiu na recuperação da lesão na panturrilha e nesta sexta já fez movimentos controlados na academia de musculação, sob a supervisão do fisiologista Rafael Daltro. Os laterais Van e Léo Morais, seguem entregues aos fisioterapeutas em tratamento de lesões musculares.

A novidade fica por conta do meia Marcelinho, contratado do futebol búlgaro, onde atuou por nove anos no Ludogorets Razgrad. Sobre a equipe, Bruno revelou que escolheu os substitutos de Van e Maurício Ramos, mas não adiantou a escalação. Bocão deve atuar na lateral-direita, enquanto John e Gabriel Furtado disputam a vaga na zaga.

“Nós temos um elenco bem equilibrado e o substituto já foi escolhido. Como o jogo é amanhã (sábado) às 19h muita coisa pode acontecer. Nós já temos a ideia da equipe, mas precisamos aguardar momentos antes da partida para que isso se confirme. Temos um elenco com boas possibilidades nas duas posições. Elenco bem equilibrado. Os substitutos já foram escolhidos. O jogo é amanhã às 19h, muita coisa pode acontecer. Já temos a ideia da equipe, mas precisamos aguardar o momentos antes da partida para que isso se confirme”, disse.

“Temos um modelo de jogo definido e que facilita, pelas características dos jogadores. Marcelo tem boa familiaridade com essas ideias, até porque trabalhamos juntos na Bulgária. É importante que se diga que sua contratação passou pelo crivo desde a presidência até o departamento de mercado. Foi muito bem avaliado. Tem totais condições de se inserir bem dentro daquilo que são nossas ideias de jogo”, completou.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*