Guto prevê um Bahia mais forte e espera o Ceará ainda melhor na terça

Treinador comemorou a boa vantagem construída no primeiro jogo

O Ceará encaminhou de forma contundente a conquista do bicampeonato da Copa do Nordeste ao vencer pelo placar de 3 x 1 o Esporte Clube Bahia no último sábado, em pleno Estádio de Pituaçu, local onde o tricolor de aço sempre teve um excelente desempenho. Agora o Vovô precisa de um simples empate ou até administra uma derrota pelo placar mínimo, isto sem prejuízo para a conquista da competição novamente contra o time baiano, assim como aconteceu em 2015. Neste domingo, o técnico Guto Ferreira, que pode se sagrar bicampeão da competição e igualar o feito de Arthuzinho, falou sobre o jogo, e, sobretudo o jogo decisivo que acontece na terça-feira.

 

“Saímos felizes, uma vitória importante, mas não decide nada. Tem mais noventa minutos. Se jogamos bem no sábado, nós temos que jogar muito melhor na próxima terça-feira. A tendência do Bahia é entrar mais forte e, para superarmos esse Bahia mais forte, temos que ter um Ceará mais forte. Time do Bahia é muito perigoso em transição, pois tem uma transição muito rápida e de muita qualidade. Nossa sorte foi que, logo na sequência, conseguimos empatar em uma infelicidade deles. Isso trouxe o jogo para uma condição equilibrada”

Guto fez uma análise da atuação do Ceará nos primeiros 90 minutos. O Ceará esteve muito bem no jogo, começou bem a partida. Teve dificuldades com marcação, mas esteve bem. Desde o início que queríamos travar o Bahia, fazer com que eles não acelerassem o jogo deles, só que não conseguíamos fazer o gol. Começamos a ter a bola e, numa situação de tentarmos fazer transição rápida, nós tomamos o gol. No segundo tempo nós saímos um pouco mais, assim como eles, e fomos felizes num contra-ataque de fazer o segundo gol. A partir dali baixamos a linha e tivemos a felicidade de matar o jogo com o primeiro gol. Fechamos bem, praticamente impedimos de jogadas maiores, de perigo de gol”, relatou.

Para o jogo decisivo, o técnico não contará o volante Charles tomou o terceiro cartão na partida de ontem, 1°, e irá cumprir suspensão, mas o técnico evitou lamentar a ausência do jogador no segundo jogo. “Perdemos o Charles, é uma perda significativa, mas não adianta lamentarmos. Temos que exaltar quem vamos optar por entrar”.

Deixe seu comentário