Empresário ameaça tirar patrocínio se Cruzeiro não demitir Enderson Moreira

"Se continuar com essa morosidade, eu vou tirar todo o patrocínio"

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Após ser eliminado da Copa do Brasil para o CRB, o Cruzeiro voltou a decepcionar o seu torcedor e neste sábado perdeu por 2 a 1 para o América-MG, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time mineiro completou quatro jogos sem vencer na temporada, com 2 derrotas e dois empates, e na Série B ocupa o tímido 14º lugar com 4 pontos, sete pontos abaixo do G-4. Após o revés para o Coelho, o empresário Pedro Lourenço, que é dos principais nomes do conselho do Cruzeiro e principal financiador das contratações e dívidas da Raposa, pediu a demissão do técnico Enderson Moreira. Em entrevista ao repórter Artur Moraes, na rádio Super 91,7 FM, ele ameaçou até tirar o patrocínio do clube se o treinador não for trocado.

 

“Se continuar com essa morosidade, eu vou tirar todo o patrocínio do clube. Nós que somos cruzeirense, temos que correr atrás, tomar atitude. Vou cobrar ele (Sérgio Rodrigues, presidente do Cruzeiro), vou ligar para ele, e tem que tomar atitude. Eu o apoiei e não vou deixar de apoiar. Não sou o presidente. Se eu fosse o presidente, eu mandava o técnico e a comissão técnica embora hoje. Não é amanhã não”, disse o empresário, em fala por áudio ao repórter Artur Moraes. 

O empresário também detonou alguns jogadores do elenco. “Falar com ele (Sérgio Rodrigues), eu já estou falando há mais tempo. Alguns jogadores aí é brincadeira. Esses caras não servem nem pra engraxar chuteira do Cruzeiro. Estou falando como torcedor e patrocinador. Se eu fosse o presidente, eu mandaria embora. Mas eu não sou e não tenho autonomia. Que eu vou cobrar, eu vou”, encerrou Pedro Lourenço.

“O time tem que ter atitude, tem que tomar atitude. Nesse lenga lenga que o time está, não tem jeito não. Estamos perdendo o jogo e o cara tira atacante, meio de campo. Eu não sou presidente. Se eu fosse, mandaria a comissão embora hoje, não sobrava nenhum”, destacou.

O empresário falou sobre a ajuda que dá ao Cruzeiro. “Lá não tem dinheiro, e você tem que ajudar, tem que fazer patrocínio, e daqui um ano você ajuda, e ver um time desses jogando? Dá vergonha na gente ver esse time jogando. Não tem um esquema de jogo, não tem nada. Se você tem um técnico que paga, tem que ter ao menos um esquema de jogo. Não tenho nada contra o Enderson Moreira, o vi uma vez só, tem tem ligação para ele, mas ele é muito fraco”, afirmou.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*