Apresentado no Vitória, Marcelinho fala sobre reencontro com Bruno Pivetti

Marcelinho trabalhou com Bruno Pivetti na Bulgária

Nesta sexta-feira, o meia-atacante Marcelinho foi apresentado oficialmente no Esporte Clube Vitória. O jogador, de 35 anos, foi revelado no Rio Negro de Manaus e estava atuando desde a temporada 2011 no Ludogorets Razgrad, da Bulgária. No clube búlgaro, chegou a trabalhar com o técnico Bruno Pivetti. Na entrevista, ele não poupou elogios ao treinador, falou sobre a relação com o técnico e afirmou que o fato de conhecê-lo, ajudará na adaptação.

 

“Relação boa, mas totalmente profissional. Conheço bem o potencial do Bruno, sei com quem ele teve escola. Um excelente treinador. Confio no trabalho e tenho certeza que ele confia no meu. Isso é importante para quem está muito tempo longe, muito tempo fora. Isso vai me ajudar muito na readaptação, no entrosamento com o grupo, com o elenco. Isso foi um ponto positivo, além de toda tradição, camisa, o nome que é o Vitória”.

O meia Marcelinho já vem treinando com o grupo no CT Manoel Pontes Tanajura. Ele deve ficar à disposição do treinador para a estreia no Brasileiro da Série B contra o Sampaio Corrêa, dia 8 de agosto, às 16h, no Estádio Manoel Barradas. No entanto, ele ressaltou que ainda não está 100%.

“Tem um tempinho, fez um mês (que jogou a última partida), ainda não estou 100%, mas não gosto de comentar na imprensa porque fica como uma desculpa. Se estiver dia 8, vou dar o máximo para estar 100% ou próximo dos 100%. A partir do momento que entrar em campo, não quer dar desculpa, se entrar é para tentar ajudar. Falta de ritmo é normal. Estou há mais de um mês sem jogar. Mas é importante chegar e entrar no treinamento normal para esse ritmo vir o mais rápido possível porque a gente não tem muito tempo. Isso tudo para mim vai ser muito importante”.

Marcelinho recebeu a cidadania búlgara no ano de 2013 e três anos depois estreou na seleção do país, pela qual já disputou 11 partidas computando amistosos, eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia em 2018 e Eurocopa. Marcou seu primeiro gol ao estrear pela seleção no dia 7 de março de 2016 no amistoso contra Portugal. O segundo foi nas eliminatórias da Copa do Mundo no dia 6 de setembro na vitória por 4 a 3 sobre Luxemburgo.

Natural de Manacapuru (AM), Marcelo Nascimento da Costa acumula passagens pelas divisões de base do Rio Negro-AM e São Paulo. Se profissionalizou no clube paulista, mas não chegou a ter oportunidades na equipe principal. Defendeu ainda Cascavel, Ferroviária, Santacruzense, São Caetano, Catanduvense, Al-Nasr, dos Emirados Árabes, Mogi Mirim e Red Bull Bragantino. Deixou o futebol brasileiro em 2011 para atuar no Ludogorets Razgrad, da Bulgária. Foram nove temporadas atuando no futebol belga, disputando 234 jogos e marcou 75 gols. Foi nove vezes campeão da Primeira Liga Búlgara, duas vezes da Taça da Bulgária e quatro da Supertaça Búlgara.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*