“Quem liberar primeiro, sedia a Copa do Nordeste”, diz Alex Portela

“Estamos conversando com todas as cidades", disse Alexi

A CBF acatou a solicitação dos clubes e a Copa do Nordeste será concluída em sede única. Inicialmente se ventilou os estados da Bahia, Ceará e Pernambuco, sendo a escolhida aquele estado onde houver liberação do prefeito local e demonstre estrutura suficiente como Estádios, Centro de Treinamentos e Rede Hoteleira capaz. Neste cenário, Pernambuco está praticamente fora já que em recente decisão, a secretaria de saúde daquele estado descartou a liberação de jogos de futebol com ou sem público. Resta então, Salvador e Fortaleza, curiosamente dois estados que já contam com dois clubes classificados para a próxima fase de forma antecipada: Bahia e Fortaleza.

 

Em entrevista ao Diário de Pernambuco, o diretor da Liga do Nordeste, Alexi Portela, tratou do assunto de forma direta. Perguntado sobre o processo da escolha da sede, o dirigente revelou que a primeira capital a liberar o retorno dos jogos de futebol será a indicada para receber as partidas restantes do Nordestão.

“Estamos conversando com todas as cidades e quem liberar primeiro vai levar. Essa cidade sai na frente porque vamos passar o nome para a CBF e ai caberá a CBF aprovar ou não”, completou o dirigente.

“Estamos conversando com todas as cidades já há muito tempo e sondando para ver. Todo mundo quer saber quando é que volta, não só a Copa do Nordeste, como todos os estaduais”, afirmou Portela, que não se disse decepcionado com a decisão do Governo de Pernambuco de não autorizar o retorno dos jogos de futebol, no momento.

“Não podemos ficar decepcionados porque não estamos do outro lado. Temos que entender a situação de cada governante e como está cada estado. Não podemos criticar ninguém nesse momento em que o País vive. Mas a cidade que liberar primeiro larga como favorita, sem dúvida”, reforçou Portela, preocupado também com o aperto no calendário para a conclusão do Nordestão.

“Temos um prazo, já que em agosto começa o Campeonato Brasileiro. A CBF não fez nenhum tipo de cobrança, mas ela já disse que em agosto começa o Brasileiro. Isso quer dizer que se não conseguirmos concluir as competições antes disso fica difícil terminar. Não só a Copa do Nordeste, mas como os estaduais. O paredão está aí”, diz o ex-presidente dói Virória ao jornal pernambucano.

Ontem (1º) à tarde, foi à vez do prefeito de Salvador tratar do assunto. ACM Neto confirmou as tratativas com os dirigentes da Liga para tentar receber os jogos finais da Copa do Nordeste.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*